person_outline



search

Faz um ano...

Olá meu bem! Tudo bem contigo? É eu sei que essa é uma pergunta retórica, você não vai me responder, mas eu espero que esteja bem mesmo assim. É que já faz um ano. Um ano que você partiu. Um ano que eu te vi pela última vez. Um ano que demos nosso último beijo.

Faz um ano e é como se o tempo não tivesse passado, é como se essa parte da minha vida estivesse em um mundo paralelo onde o tempo congelou. Faz um ano e tudo ainda é tão vivo, tão doloroso, tão saudoso.

Faz um ano que você me disse que não sabia o que estava acontecendo contigo e que não era justo comigo que continuássemos assim. E eu só queria gritar que eu não me importava com o que era justo, mas ao contrário disso eu não falei nada, porque sabia que apesar dos meus sentimentos você tinha razão, você me tinha por inteiro enquanto eu te tinha pela metade.

Faz um ano que você foi embora. Um ano que entrei em casa chorando e tudo o que eu queria era que você voltasse e dissesse que tudo isso era bobagem, que não ia desistir de mim, que não ia desistir de nós, mas você não voltou.

Faz um ano que você me pediu um último beijo, e mesmo negando em meio as lágrimas, eu te dei. O beijo que você disse que queria guardar contigo. O beijo que eu guardei comigo.

Faz um ano que você me colocou em seu colo, me abraçou e tentou me consolar, mas as lágrimas não paravam de cair. Um ano que a dor estava apenas começando, pois não importava o que você falasse ou fizesse, aquele era o fim.

Faz um ano que eu ouvi sua voz pela última vez, um ano que nos despedimos no lugar em que tudo começou. Um ano em que você esperou que eu entrasse em casa para poder ir embora.

Faz um ano que não sorrio mais como antes, porque aqueles sorrisos eram seus, aquela felicidade era em grande parte por tua causa. Faz um ano que ninguém mais canta para mim ou me olha daquele jeito carinhoso. Faz um ano que não sou mais aquela pessoa que fui contigo.

Faz um ano que meu coração foi despedaçado e eu venho tentando colar os pedacinhos desde então. Um ano que voltei a me esconder do mundo, porque nada mais é tão colorido nem tão alegre, o céu já não é mais tão azul e a vida já não é mais tão doce.

Faz um ano que eu sei o que é viver sem ti mesmo que ainda não tenha aprendido a viver assim. Faz um ano meu bem, um ano e eu ainda não te esqueci.
fShare
0
Pin It
Atualizado em: Ter 26 Jun 2018
  • Nenhum comentário encontrado

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222