person_outline



search

" O AMOR "

Tomou-me, sem qualquer razão, o amor
e agora sou refém da sua vontade
que, sem pedir licença, vem, me invade,
querendo, meu desejo, ao seu dispor!

    No entanto, sinto estar em liberdade,
    sem máculas, sem roupas, sem pudor,
    com toda a estrada à frente a meu favor
    para alcançar o que é felicidade!...

Me fala e escuto, n’alma, a sua voz
juntando, o tu e o eu, num justo “nós”
como o destino quis deste o começo…

    O amor tomou-me para si! Eu sinto
    e, sem temor qualquer, eu lhe consinto
    embora eu saiba que não lhe mereço!
Pin It
Atualizado em: Seg 20 Nov 2023

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br