person_outline



search
  • Desabafo
  • Postado em

Sobre aquele beijo

Nos trancamos no quarto, apagamos as luzes, os raios de luz do fim da tarde entravam pelas frestas da janela, perguntei se estava tudo bem, você não me respondia, perguntei varias vezes e você só ria, queria saber se você queria mesmo fazer aquilo. Não era a minha primeira vez beijando mulheres. Empurrei ela na cama de barriga pra cima, ela continuava a rir, subi em cima dela e mais risos, cheguei mais perto e perguntei novamente “você quer mesmo fazer isso?”, no fundo eu sabia que ela queria, mas não queria fazer nada contra sua vontade. Encarei-a por alguns segundos, ela olhou fixo em meus olhos e me puxou. Nos beijamos, dei uma risadinha, mas não queria parar, continuamos. Meu deus, eu não queria mesmo parar. Não me lembro o tempo que ficamos lá, só lembro que o beijo era bom e ofegante. Lembro-me de fazer coisas automáticas, não pensava, só fazia. Demos algumas roladas na cama, posicionava meus pés entre suas pernas. Minhas mãos corria por de baixo de sua blusa, por de baixo do sutiã, palpitando seus seios, senti que você não estava confortável, parei. Mas os beijos continuaram. Não me lembro como tudo isso terminou, nem até onde fomos.
Foi no calor do momento, mas foi verdadeiro. Não estava sóbria, mas aquela era eu de verdade. Ainda não consegui parar pra pensar sobre as consequências que isso terá em nossa amizade, não quero que estrague nada, pelo contrário, espero que isso fortaleça.  Você diz que está tudo bem, mas não senti firmeza em suas palavras. Por favor, me perdoe se fiz algo que não gostou.
Pin It
Atualizado em: Sex 1 Jun 2018
  • Nenhum comentário encontrado

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222