person_outline



search

Febril disto tudo

Eu nunca me senti normal em meio a tantas histórias
Eu nunca fui aquilo que almejei um dia ser, não me orgulho de minhas palavras, mas não me lamento pela verdade
Estou cansada, cansada de falar tantos "nuncas" , quero falar "eu consigo", quero lutar pelo meu desejo
Eu quero não me cansar, eu quero lutar, mas para que lutar, se vou fracassar?
Dizem eles que vou conseguir se me esforçar, mal sabem que nao tenho mais forças para lutar
Me apoiam como se eu fosse um cavalo em uma grande corrida, mas penso que, a unica corrida, é a corrida contra o tempo da vida
A vida é algo que considero fútil sem ter algo a conquistar
Já que não as tenho, para que a vida vai funcionar?
Tenho que ter elas, eles dizem que isso vai me ajudar, mas nada ajuda quem não quer ser ajudado
"Não tens vivência", dizem eles, julgam pessoas como se apenas eles tivessem problemas
Problemas são algo a se enfrentar, mas se não quer os enfrentar, você os apoiará?
Apoiar é algo bom, mas praticam este ato falsamente, então me diga, para que praticar?
Falso são pessoas em uma boate, onde passam por felicidade momentânea devido as substancias, mal sabem que este lugar é tão vago de sentimentos
Sentimentos são bons, muitos os discriminam e os associam a problemas, mal sabem aproveitar eles, querem saber apenas de reclamar
No final de tudo, irei te contar o que tem lá
Tudo acaba, assim como a lua ao nascer do sol
Te digo mais, isso tudo vai ter um fim
Mas vai recomeçar?
Estou com febre em meio a tudo isso
Febre de sentimentos
Dos quais, não me arrependo de sentir
Pin It
Atualizado em: Ter 30 Jan 2018

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222