person_outline



search

Doce paixão!

Doce paixão aprisionou meu coração.
Meu peito arde suspirando e gemendo.
Por provar tão saboroso veneno.

Duro pranto se esvai.
Feito folhas ao vento...
A rolar; sem direção ou alento.

Qual aranha me prendeu em sua teia.
A se ver preso a este fio, meu coração se partiu.
E o amor que tão dadivoso se mostrou.
Feito pássaro arredio, bateu asas e voou.

Deixando na alma saudosa.
Tão bela imagem; mas dura fria e cruel qual fera selvagem.

E no silêncio da solidão.
Somente um fio de esperança falida.
A me sustentar e arrastar sem perdão.
Por este emaranhado e enganoso labirinto da vida.
Pin It
Atualizado em: Dom 2 Nov 2008

Comentários  

#4 elenice123 16-10-2010 19:56
Não fique aprisionado,seja feliz.
#3 elenice123 16-10-2010 19:56
Não fique aprisionado,seja feliz.
#2 ARANOI 25-07-2009 21:07
PARABÉNS!!
Deixando na alma saudosa.
Tão bela imagem; mas dura fria e cruel qual fera selvagem.
EXCELENTE :o :o :o
#1 ARANOI 25-07-2009 21:07
PARABÉNS!!
Deixando na alma saudosa.
Tão bela imagem; mas dura fria e cruel qual fera selvagem.
EXCELENTE :o :o :o

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222