person_outline



search

Ciclos

É possível que você tenha um personagem bíblico preferido, um que você enxergue características semelhantes as suas e se identifique com isso. Na minha experiência de vida cristã, por diversos fatores, inclusive a maturidade, sempre intercalei a posição de "personagem bíblico predileto." Jonas e José, por exemplo, vez ou outra eram meu foco nos estudos da bíblia. Mas recentemente, estava lendo o livro de juízes e dei de cara com uma narrativa quase idêntica à minha vida. Na verdade, conversando com alguns amigos, quando os falava sobre o que tinha lido, todos tinham essa reação que era resultado de uma profunda semelhança entre sua realidade e a realidade do texto bíblico.
Do capitulo três, até o dez de juízes, tem a história da minha vida e provavelmente da sua. Histórias com maior parte dos personagens anônimos, com quase nada positivo pra contar.
No capítulo três, temos: "E os filhos de Israel fizeram o que era mau aos olhos do Senhor, e se esqueceram do Senhor seu Deus...Então a ira do SENHOR se acendeu contra Israel, e ele os vendeu na mão de Cusã-Risataim, rei da mesopotâmia...E os filhos de Israel clamaram ao Senhor, e o Senhor levantou-lhes um libertador, que os libertou...Porém os filhos de Israel tornaram a fazer o que era mau aos olhos do Senhor"( e aqui se reinicia o ciclo até o capítulo dez).

Percebem a sequência?!

1) Israel peca
2) Experimenta o sofrimento como consequência do seu pecado
3)Clamam a Deus que os livre
4)Deus ouve o clamor e suscita um libertador que os livre
(Normalmente, Deus levanta como libertador alguém pequeno diante da sociedade. Débora, que era Mulher, Jael, que além de mulher, não era israelita, Eúde, que era canhoto, sendo que para aquela cultura isso era visto como uma deficiência física e Gideão, que era o menor, da menor família de Israel)
Quando li, meditei sobre esses textos, e pensei:

"Não foi assim, durante toda a minha vida?"

Na continuação da leitura, estava notando mais uma vez o mesmo ciclo. Do pecado de Israel , até a libertação dada por Deus. Esperava a mesma sequência, porém algo diferente aconteceu. Chegou um momento que Israel clamou e Deus respondeu de forma diferente.
Deus quebrou o ciclo, a sequência, a regra.
O SENHOR disse: "Contudo, vós me deixastes a mim e servistes a outros deuses, pelo que não vos livrarei mais."(Jz 10:13)
Quando li, pensei: "é justo! A misericórdia de Deus em algum momento acabaria."
Pensei que esse momento havia chegado pra Israel.
Mas, para minha surpresa a história não havia terminado. Li os versos que me fizeram andar pela casa emocionado, por alguns minutos.

Acompanhe comigo:
"Mas os filhos de Israel disseram ao SENHOR: Temos pecado; faze-nos tudo quanto te parecer bem; porém livra-nos ainda esta vez, te rogamos.
E tiraram os deuses alheios do meio de si e serviram ao SENHOR; então, já não pôde ele reter a sua compaixão por causa da desgraça de Israel."(Jz 10:15,16)
Israel servia a um Deus que pode todas as coisas, mas não conseguiu reter sua compaixão. Isso não diminui a Deus, pelo contrário! o eleva a um status que a eternidade inteira será insuficiente pra entender.

"Já não pode reter sua compaixão"

Talvez, Jesus não tenha vivido e morrido pelo pecador porque era o melhor a se fazer, mas porque " já não pode reter sua compaixão."
Que esse ciclo seja quebrado em nossas vidas. Que não mais volvamos ao pecado e abandonemos nosso Deus.
Mas, se em algum momento, você retornar a esse ciclo,
lembre-se:
"[o SENHOR] Já não pode reter sua compaixão"
Pin It
Atualizado em: Ter 5 Dez 2017

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222