person_outline



search

Rascunho II

O raciocínio humano é único e especialmente exclusivo utilizado em vantagens poderosas para conquistar mais poder. Somos recheados de ideias maravilhosas que são oprimidas pelo mesmo raciocínio. A alienação é agressiva expandindo-se em massas, publicando ideias e contextos grotescos para alimentar escravos sonhadores. Podemos nos afastar das malicias do sistema, mas nunca das malicias do homem, o raciocínio transforma as malicias em realidade.
É proposital a criação de uma rotina para obter vantagens econômicas e afastar-se dos prazeres individuais. O estado é tão poderoso que através da publicidade induz o homem a criar rotinas favoráveis ao sistema. A própria política vendedora de mentira e reprodutora da desigualdade utiliza da publicidade para alavancar o “eu absolutista “ pela obtenção do poder, criando interesses ambiciosos. Não é o sistema o culpado pelas malicias, mas sim que os criou. Percebe-se que há ofertas por padrões de vida de acordo com critérios arbitrários. Quanto mais o tempo passa esses costumes que contaminam o ser, ao se deparar com o sistema obterá força de lei para certo grupos, esses os criadores e sancionadores da lei. Vivemos aqui em um Estado Democrático de Direito.
Pin It
Atualizado em: Seg 11 Jan 2021

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222