person_outline



search

Sanctus

Estamos bem, eu acho. Usamos da nossa falsa modéstia para enganar as nós mesmos, mas tudo tem um limite. Somos herdeiros da nossa própria vontade. Ousamos e muitas vezes não somos compreendidos. Usamos da nossa esperteza, mas a nossa alienação perante certas coisas mal é percebida. Garantimos picos de felicidade extrema com boas companhias, boas conversas e algumas aventuras. Amamos a vida de todas as formas, curtimos viver em repleta harmonia e o sabor de isso tudo é a felicidade sem extremos. Imaginamos tudo e não compreendemos nada. Pressentimos o futuro e deixamos de lado o nosso passado. Reunimos condições para nos juntarmos e fazermos algo de positivo no mundo. Somos uma só vida, uma só dadiva. Nascemos diferentes para muitos, porém, especiais para poucos. Privilegiados que nos entendem, não nos julgam e nos aceitam. Se o mundo fosse um arco-íris eu quereria escorregar por sobre ele e lá no final não achar um pote de ouro, mas sim um tesouro maior, a felicidade.

Então quem somos nós de sorrisos muitas vezes camuflados pela ignorância dos homens? Somos a existência, somos o amor puro, a união da felicidade com a harmonia. Somos o certo para uns e o errado para outros, o começo e o fim. O fim a que tudo leva, mas que traz junto dele novos caminhos, novas experiências, amores perdidos e vidas despedaçadas. Abrace seu filho, abrace sua filha, não importando como eles sejam, como eles se vestem, agem, ou até a escolha deles para os amores que a vida lhes presenteará. E por fim, agarre em seus objetivos com unhas e dentes sejam eles quais forem, e nunca desistam de vocês.....
Pin It
Atualizado em: Dom 8 Nov 2020

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222