person_outline



search

Não signifique

Viver por si só é uma perdição. O seu espírito nasce puro e, em seu primeiro segundo de vida, você chora. Você sabia o que estava por vir, não? A sua única companheira será a solidão, amigo. Todas as suas alegrias serão apagadas pelo sofrimento, todos os sorrisos irão desaparecer e aqueles que te seguirem até seu último instante carregarão a sua miséria. Você é o sofrimento, o sofrer é eterno, a alegria é uma droga que ilude quando você acha que ela não pode acabar, o quarto escuro sem vozes é seu habitáculo, o sorriso de um amor é o vento te enchendo de esperanças. Um rosto parece curar o tormento, não? Um rosto trás tormento, o calor de um abraço acaba quando a porta é fechada e todos os seus passos até o tocar da última trombeta serão frios. Sentar-se sobre uma ponte e ver as águas correr, isso é a vida. As pedras em seu fundo, a cada segundo, se gastam, os grãos de areia providos se perdem, a poeira será o último estágio da sua via sacra, quando no mar longínquo se tornar insignificante na busca das águas que um dia lhe tocaram e carregaram. Ela se foi, você também. E a cada segundo você se esquecerá de como era seu abraço, você se esquecerá de como ela te moveu e te deu vida, a sensação de seu toque se tornará um mistério que jamais será resgatado, mas a falta dele será a maior verdade em sua vida. 
Eu penso todo dia nas lágrimas que surgiriam com meu adeus, eu penso todo dia nas lágrimas que surgiram de seguir em pé, de seguir numa procura de significado, um significado para a carcaça vazia em busca de esperança. Eu não sei o porque de sempre achar que ela estará em um abraço. Alguém algum dia fará o barulho do mundo parar? Pra depois partir. O barulho se tornará seu nome e as paredes de seu interior oco ficará cheia de fotos dos momentos em que você não foi só, fotos que se desmancharão, onde as palavras baratas vão ver seu significado sendo dilacerado pelo tempo, até que o esquecimento abrace a tudo isto, até que só reste um homem no chão com as costas arranhadas e gritando "por favor, lembre de mim". Se ela se lembrar, você somente deixará o sal em suas bochechas, se ela lhe esquecer, ela estará livre. Qual o gosto da liberdade? O que é a liberdade? É correr por uma savana sobre a luz do sol em busca de seu alimento? Ou é simplesmente aguardar pelo último suspiro? Eu sei, eu sei, eu não aguento mais palavras, mas eu vou ouvi-las para sempre, o sempre é simplesmente estar aqui. Você quer ver a próxima página? Quando o conto do sol se encerra, você busca a lua, mas eu lhes digo, um novo amanhecer é uma mentira, a lua se tornará escura e o mundo será o que é: um lugar vazio. Você vai correr pela savana de Gaia, mas você nunca vai achar alguém que tocará sua alma, alguém que sentirá sua dor e que te faça acreditar que tudo é só um barulho da sua cabeça. Ninguém suportaria o barulho dentro de você, nunca. O significado é esperar, o significado é crer que tudo há de ficar bem e que seus olhos um dia hão de se fechar. Reze ao seu Deus para que seu velório esteja vazio, reze com todas as forças, com tudo que resta do seu espírito. Eu não quero que nenhuma lágrima caia por mim, nunca mais, mas eu não sei onde me esconder de todos os olhos. 
Desculpe-me por ter me estendido muito, ou melhor, me desculpem por tudo.
Pin It
Atualizado em: Ter 20 Out 2020

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222