person_outline



search

BOLSONARO X WITZEL (e o povo que se f...)

       Mais um absurdo se desenrola diante de nossos olhos. Em uma época de tanta dificuldade com as internações e mortes em função desse terrível mal, que traz consigo também a fome e a violência, os governantes encontram tempo para embates com intenções voltadas para uma eleição num futuro, no qual nem sabem se estarão ainda vivos para participar.

          Evidente que o mal deve ser combatido a qualquer hora, principalmente em se tratando do bem estar da população, mas o que se vê hoje é um presidente da República orientando a polícia a devassar a vida de um governador de um dos estados mais atingidos por essa pandemia. Ainda que sejam verdadeiras todas as acusações que lhe atribuem poderia ser tratado com discrição e sem o alarme que assistimos hoje bem ao sabor da Globo.
               
        A corrupção, infelizmente é uma regra quase que normal em nossos serviços públicos, embora inaceitável é também inevitável diante do comportamento de nossa polícia e de nossa justiça, o que não é novidade para ninguém. Essa vingança do messias por se sentir ameaçado com as investigações sobre seus filhos  irá trazer mais insegurança e medo para nosso já tão sofrido povo. O remédio imediato para isso será equipar .a preço de custo todos os hospitais de campanha. Talvez ele deixe isso aos cuidados de nosso prefeito pastor que transferiu um tomógrafo de uma UPA  na Rocinha para uma das igrejas Universal do seu amigo bispo macedo, patrocinador da campanha pré-eleitoral do presidente da República, e que já conseguiu desse a aprovação da abertura de todas as igrejas e garantiu seus dízimos.

            Que sejam punidos, sim, todos os que mamaram nas tetas das construções e equipamentos desses hospitais de campanha, mas tenho certeza que não irá parar por aí, que se prepare desbocado valente de botequim. O contra ataque será certo. Enquanto o povão morre nas filas dos hospitais
.
Jogon Santos
25/5/20

PS: Não reparem o uso de minúsculas quando deveriam ser maiúsculas antes dos cargos
e nos nomes dos referidos, mas seu tamanho é proporcional ao merecimento dos envolvidos.  

 

Pin It
Atualizado em: Qua 27 Maio 2020

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222