person_outline



search

Her

Feições descritas pela tela do celular e palavras jogadas ao vento. É estranho, não? Eu não sinto seu toque, mas sua vida está presente na minha, onde sua espinha carrega meu corpo em pé. Os dizeres vagos são concretos na minha mente bagunçada, o seu pulmão se enchendo de ar dá forças ao meu coração, os seus dedos movem oceanos enquanto uma simples gravação de sua voz dá a audição novamente a um surdo. O meu universo em desencanto, o meu canto para o universo, o compasso eterno da alma até sua paz, a paz como seu sorriso e seu sorriso como o universo. Eu me perdi nele, sabia? Viajando por entre as estrelas no céu sou sugado pela sua presença, mas me perdi nas nuvens antes de te alcançar; A Máxima escarlate na constelação de gêmeos, a dama que dorme nas costas do escorpião, o signo da aurora, o final da escuridão. Me veja por dentre as folhas da história, assopre as areias sobre a esfinge e a liberte. Liberdade! Enfim o Sol! Brilhe para mim, por favor.
Pin It
Atualizado em: Ter 19 Maio 2020

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222