person_outline



search

Confusão

Imagine alguém
Que é fragil igual um neném
Sim,sou eu
Que chora antes de deitar
e se pergunta por que de estar lá
Mas acordo sorrindo
Pra ninguem me ver caindo

Minha cabeça a milhão
Água escorrendo pelas mãos
Mãe grita VAI LOGO
Respondo NÃO DEMORO
E de novo começo a me perguntar
o por que de estar lá

E eu comecei a escrever 
pra não enlouquecer 
Eu perdi
Aquele que me dava motivos pra sorrir
Que me tratou como uma princesa 
e me jogou em uma lareira acesa 

Tenho queimaduras
e muitas fraturas
Não sei quando vão se curar
Por enquanto o alivio é chorar
Ele finge nao ver
Mas sabe que me fez sofrer

A unica coisa que peço obrigado
É por ter me ajudado
A encontrar esse dom herdado
Pin It
Atualizado em: Ter 5 Maio 2020

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222