person_outline



search

A carta IV

Querida Marly Oliver te amo, muito, embora a partir de alguns minutos esteja em um sono profundo tentando encontrar quais os motivos dessa minha ausência sobre meus pensamentos onde não sei dizer qual o grau da situação que vou deixar aos meus caros familiares e amigos diante da cena que me encontro preso á um sono profundo entre o viver ou morrer.
Não sei por que, mas acredita que sempre tem a primeira vez que acontece algo assim, mais com 15 dias estarei retornando a esse mundo cruel de amores maus correspondidos e paixões dilaceradas.
Mais saiba que a cada escrita percorrem lagrimas de meus olhos castanhos sobre cada versejar que escrevo em inspiração a te mulher que encanta; essa carta ao qual deixo instruções que digo para te que ler esta carta nesse momento.
Pergunto-me sempre por que quis fazer essa loucura e não seguir adiante com minha vida e encontrar outro amor que me ame de igual a igual ao mesmo carinho. Quando soube da noticia que estarei em um sono profundo você vai vim correndo ver se é verdade, não porque me ama, mas será por que não acredita e quer ver com seus próprios olhos. Posso me achar convencido do que escrevo aqui, mais acredita em me eu escrevo minha história sou eu que faço minhas decisões e atitudes.
Você achar que sou louco, mais te confesso que sou louco, é por você e a amo, embora esse meu amor seja suicida, teimoso, tudo um pouco que liga a idiotice.
Lembra-se do nosso ensino médio que fazia poesia sobre minha existência aqui na terra? E que não poderia está presente em todos os momentos que nos liga? Então já haviam acontecido vários acontecimentos na época, que tínhamos nossos 15 anos de idade, e lá estava eu, bobo apaixonado por você, e apenas queria me ver como amigo ou alguém da família só isso.
Já havia sonhado com esse dia que te escrevo, não dessa forma mais diferente. Se tudo der certo podemos nos ver novamente nessa vida ou na outra só quem sabe é Deus.
Acredita que já vivi isso em um sonho e pude enxergar seus passos até aqui quando encontra em minhas mãos a carta com destinatário a Marly Oliver, que todos que a viu queriam saber qual conteúdo esta escrito nela.
Siga as instruções que aponto nesse pequeno papel, com rabisco. 1° Sabe aquela carta de despedida de namoro, havia uma aliança dentro com as inicias do nosso nome. Se ainda tiver guardado tudo bem deixe, se não é obvio seu amor não sou eu és outro. 2° Quero que se lembre de um momento que se sentiu feliz ao meu lado. Lembrou? Não né, você destruir antes mesmos de tentamos por que havia outro alguém em seus sonhos quando estava ao seu lado. 3° Quem teve a iniciativa em tentarmos algo mesmo sabendo que te amava muito, e que queria tentar? 4° Por que uma relação acaba sem motivos? Será que é por que fomos fracos ao esse sentimento amor? Ou achamos que é outro sentimento que nos liga a essa vida? 5° Quer namorar comigo? Não posso ficar com você tendo outro em meus pensamentos. Tentamos algo e tudo veio o que não esperava dor demais, os 5 meses de namoro falava em outro para me machucar e te esquecer um jogo que fui fraco e cai. 6° Mais ai te Pergunta você me ama? Ou tem medo de encarar a realidade de assumir para si que ama e tem medo? 7° Por que te faço perguntas e não da às pistas que precisa que diz. Então essas são as pistas perguntas que só você saberá a resposta que se pede sobre o que é o amor que não conseguimos explicar somente quem sente. 8º Que tipo de sentimento sente a me ver em uma cama move preste a partir? Sem poder dizer aquele último adeus? Você acha que estou brincando? Com esse tipo de pergunta? Não estou! Apenas planejei algo que já havia sonhado trazendo para nossa realidade a que não queremos enxergar. Ai se pergunta por que esse jogo? Não é jogo a chave esta em você e é você que decide se quer que eu volte ou permaneço nesse confinamento até todos aqueles que amo partir para outro mundo. 9° Naquele cordão de pedra vermelha se ainda estiver que te dei no dia de seu vigésimo terceiro aniversário tem um pequeno comprimido que é um remédio. Se, caso não acredita vai a sua casa naquela caixa aonde tem todos os pertence que veio de mim e olhe. Como venho a dizer você Marly é a resposta. 10° Pegue um copo de agua e coloque o comprimido dentro dele e deixa se desmanchar para beber. Depois disso dentre 2 horas estarei de novo.
Então poderei dizer que tudo isso que presenciarão já havia sonhado. E você poderá ir embora e nunca mais me ver, apenas ficaram com as lembranças. Minha mala já esta feita, apenas irei passar uma semana após voltar a abri meus olhos com minha família e dizer que estou indo embora para outra cidade e não sei quando voltarei. Um dia quem sabe. E você querida Marly não vai nem se lembrar de mim, e nem me conhecer por que estarei mais velho. Ou venha viver comigo.
Se quando abri meus olhos nesse quarto e você permanecer nele será a confirmação de um sim, se caso já tiver ido embora será a resposta que já esperava. Somos nós que escolhemos o caminho para tentar ser feliz.

.

Pin It
Atualizado em: Ter 10 Mar 2020

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222