person_outline



search

Amada

Eu estou preso nesses segundos, eu estou perdido nos olhos cor de âmbar, estou perdido no sorriso mais bonito que eu já vi na minha vida, estou perdido em uma cidade que não conheço só para ficar mais alguns minutos com você. Você também se prendeu nos meus olhos nesses segundos. Eu daria o mundo para ler seus pensamentos agora, eu lutaria contra um exército só para estar vivo no seu pensamento amanhã.
Eu me perdi hoje na pequena imensidão que foram essas horas, eu me perdi em um toque de mãos tímido, eu me perdi no sol nascendo ao nosso lado mas, eu juro, me encontrei em cada segundo com a mulher do vestido azul, os segundos que não passam enquanto nos olhamos e que, por Deus eu peço, poderiam ser eternos.
O sol nascendo do lado de fora, o prédio que ouviu algumas confissões noturnas, ouviu sua voz e a minha num mesmo tom que ressoou pelos meus tímpanos como ondas rebatendo nas rochas que são meu peito e levou em suas águas pequenos grãos do meu existir. Tudo. Poucas horas que me transportaram para um mar distante, em um pequeno barco, onde só nos contemplamos, dentro da vastidão da minha mente transtornado, o tamanho de um mundo confuso e a curta presença um do outro.
Eu só queria agradecer e eu só queria ser lembrado. Muito obrigado e não se esqueça desses segundos, desses tantos e tão poucos segundos em que nós nos olhamos.

 

Pin It
Atualizado em: Qua 26 Fev 2020

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222