person_outline



search

Eutanásia

Zimi estava desgostoso porque no dia do ensaio que marcaria sua entrada como baterista na banda Crop Circles ele encontrou os outros integrantes bafando cola no escuro porque a conta da luz não foi paga pelo baixista Brito que era o proprietário da casa e até pouco tempo vivia da renda de seu aluguel antes que o inquilino saísse e quando aqueles sujeitos já se referiam à banda como seus empregos aquele golpe prematuro interrompeu sua breve trajetória mas Zimi já tinha vinte e cinco anos enquanto os outros ainda eram universitários que apesar de tudo não tinham medo do futuro mas para Zimi naquele momento era uma questão de saúde física e mental ter o mínimo de estabilidade financeira e emocional já que estava até analisando a questão da eutanásia para que deixe tudo para trás sem qualquer sentimento de culpa que ele próprio considera algo muito cristão e pensava que enquanto a noção de justiça se reduzisse ao conformismo com a legalidade reinante sujeitos como ele sofrerão por entenderem basicamente que essa legalidade é regida pela classe dirigente e é antagônica aos interesses populares e aqueles mongoloides da banda pareciam pensar que isso não fazia qualquer diferença até que Zimi finalmente retorna o olhar a si e vê uma pessoa sem rosto mas que através da qual tinha uma leitura mais clara de sua intervenção no planeta e julgando em causa própria diz a si mesmo que pelo menos até aquele momento estaria aprovado sob um código cósmico de ética como alguém digno de existência mas isso significava também que a baixa média de qualidade humana o salvaria já que gostava de salientar que já não arriscaria mais qualquer palpite relativo ao futuro da humanidade pois deixou de ter desejos racionais para esse futuro incerto mas lembra que quando era criança desejava que o Godzilla surgisse por trás dos prédios de seu bairro e num demoníaco ataque de fúria reduzisse tudo a nada e já no século vinte e um lendo em redes sociais postagens de superação por gente que não superou porra nenhuma pensava que a fé na possibilidade de abdução lhe dava pelo menos a fé que as crianças que fazem algazarra porque o sinal para o recreio tocou aprenderão a ter fora da escola porque a gestão governamental para a educação e cultura mostro logo a que veio e ninguém saberá o que as escolas virarão na hora do recreio com o sinal tocando e o bullying incentivado pela inercia ao tratar do assunto e Zimi não precisava se matar porque a vida se encarregaria disso e ele que queria ser escritor e apresentou seu primeiro livro intitulado Chorume para a Tia Maria da Graça e teve péssima recepção por parte dela e dos outros professores que disseram a ele na sexta série que ele jamais seria alguém relevante no meio cultural ou acadêmico

Pin It
Atualizado em: Qui 13 Fev 2020

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222