person_outline



search

Desejos incontroláveis

me queimo de amor sobre teu corpo sedento de prazer
Doí e me corrompe sem medo
Me sacia com a sede de está contigo.

O meu amor como ti quero nos  meus Delírio
E claro que te imagino em meu ser
Percorro teu intimo mesmo ardente
E logo vejo sobre o teu corpo o meu castigo de sempre te querer.

As vezes pareço uma porta que se abre
As vezes pareço um cadeado que só precisa da chave
A chave que me compromete por dentro
E mesmo de repente, preciso entender

Que o meu consciente ainda permiti viver
Esse pensamento que fluir no desejo encontrável
De ti amar sem fronteiras,
E mesmo ardentemente em teu corpo
Vivo a sonhar, na beleza do seu sorriso o bom de ti amar.

Me perco no meus sonhos, quando ouso o sussurro
De alguém que se perdeu no leito e deixou saudade
Saudade que me maltrata e só fico a pensar
Que essa é minha loucura de contigo sempre está.

E logo me vejo no espelho o reflexo de um sorriso meigo
Capaz de me conquistar, na cama me esperando
Sobre a madrugada nos reencontrar
Sobre o lençol da nossa querida cama
A noite pode ter sido longa em contigo sempre está.
Pin It
Atualizado em: Seg 2 Dez 2019

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222