person_outline



search

ORÁCULO DO CAOS

Rasgam corações enquanto desejam almas /
Vidas que se acabam pela calma/ 
De calmantes são amantes/

Pessoas entre si são tão distantes/ 
Semblantes de tristeza o esplendor de uma flor /
Rosas querem sangue o alimento do amor/
Por favor morreu de pesadelo o sonhador /
Dilacerados mentem sem pudor e sem louvor/
Felicidade em ver você na dor absorta/
Miséria é poesia a queima roupa / 
Sua boca a parafrasear psicoses de insanos/
Desejos e delírios flutuando /
Em  pântanos a sombra do monstro é um reflexo de si/
Quantos corpos decompostos consumi/
Quanto ódio e ciume  pra existir /
Escrevi uma carta para você no futuro/
Imagino o destino dizimando nosso moribundo mundo/
Tão profundas quanto as mentes de poetas em chamas/
Tragedias são escristas em luxúrias na minha cama/
Ressucito no dilema das damas mais profanas /
Mentalizo poetisas suicídios de uma trama /
O carma enforcado/
O anjo caido e condenado/
A carta de tarô jogo marcado/
O diabo/
Aliado das trevas destruí 1000 virgindades/
Amores platônicos em sacras naves divindades
Pintadas por artistas e covardes/
Tenho dito para um mundo que de tudo tenho medo mentira de um soberbo/
 Para você  meu inimigo vou contar o meu segredo /
Coragem de ser sempre só eu mesmo /
Sem drogas ou escapes nobre pecador perfeito/
Mestre das rimas e aprendiz do meu Senhor /
Servo dos meus servos  escravo do amor /
Carrego uma cruz que o maligno usurpou /
Netrax Oshiro Vingador/
Oráculo do Caos do meu  Senhor/
A Praga que o Egyto duvidou !

 

Pin It
Atualizado em: Qui 20 Jun 2019

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222