person_outline



search

A Causa e o Propósito do Sofrimento – capítulo 37

Eliú falou duramente com Jó no 34º capítulo do seu livro, e até mesmo o acusou de sentimentos que não existiam nele.

No entanto, Jó tudo suportou com paciência sem replicar porque notara, que diferentemente de seus três amigos, o desejo de Eliú ajudá-lo a sair da aflição era sincero.

Não era propósito seu acusá-lo como os demais, mas levá-lo a refletir em sua consciência até que ponto não estaria colocando a sua própria justiça até mesmo sobre a própria vontade de Deus, naquela obstinação de que o Senhor lhe justificaria por causa do seu bom testemunho, e não propriamente, por causa da Sua própria justiça e misericórdia divina?

Nisto se cumpriram as palavras do salmista:

“Fira-me o justo, será isso uma benignidade; e repreenda-me, isso será como óleo sobre a minha cabeça; não o recuse a minha cabeça; mas continuarei a orar contra os feitos dos ímpios.” (Sl 141.5)

E o que também lemos em Provérbios:

“Fiéis são as feridas dum amigo; mas os beijos dum inimigo são enganosos.” (Pv 27.6)

Eliú fez Jó lembrar de algumas palavras injustas que ele havia proferido contra Deus. Apesar de terem sido palavras proferidas em amargura de espírito debaixo daquela grande aflição, eram, no entanto, palavras injustas.

Então Jó deveria desconfiar um pouco da excepcionalidade da sua própria justiça, porque como qualquer outro homem, era pó e sujeito às mesmas paixões que eles, e se era justo, isto era tributado totalmente à graça divina que lhe capacitava a isto.

Assim Eliú lembra Jó que nunca se ouviu na terra qualquer homem que defendesse de modo tão elevado a sua própria honra e justiça tal como ele fizera no desespero da sua aflição.

Possivelmente, isto demonstrava que ele se orgulhava de ser justo, e isto não deixa de ser uma forma de orgulho que deve também ser crucificado pela cruz.

Este orgulho de ser justo era o que estava dando ocasião a outros a zombarem dele, como fizeram os seus próprios três amigos.
Pin It
Atualizado em: Qui 4 Ago 2016

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222