person_outline



search
  • Artigos / Textos
  • Postado em

O ontem

Sempre ouvi que a vida era efêmera. Nunca dei atenção a isso. Hoje eu entendi. Aos quase 26 anos eu entendi o significado dessa afirmação. Você é hoje e não é jaja. Em segundos tudo em que você acreditava pode simplesmente sumir. Em segundos se destrói o que se construiu em meses, anos...
O coração que pulsa me lembra o tempo inteiro que dói. Que dói. Que dor! A dor emocional, a pior de todas. A que só quem a carrega vê, sente e sabe que existe. A que só o tempo cura. A que não tem data pra ir embora. E o inevitável porquê paira sobre minha cabeça e meus pensamentos...
"Viva o presente!", "o hoje é o que importa", "o hoje é um presente"... É verdade. Hoje eu só queria o ontem. O meu presente de ontem, o meu presente de meses. Você. Hoje eu só queria você.
Eu só queria sua voz, sua pele, seus cachos, sua boca grande, sua voz macia dizendo Eu te amo. Nós. Eu quero nós.
Eu quero nós em cada pedacinho do Brasil, do mundo, da minha vida e da sua. Em cada milímetro do mar, em cada raiar do sol, em cada fase da lua. T o d o d i a. Se possível, por tempo indeterminado.
Se tudo tem uma primeira vez, dá a tua primeira segunda chance.
Pin It
Atualizado em: Sáb 9 Fev 2019
  • Nenhum comentário encontrado

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222