person_outline



search

A COISA

Hoje eu parei para pensar no quão insano tudo é e se tornou. Não hoje para ser exata já faz-se um tempo, mas nunca possui a vontade de passar para o papel ou escrever em algo. Minha vontade de passar as coisas que passam pela minha mente é bem esporádica para dizer a verdade, mas emfim.
Avistei uma moça bem estática com seu copo do Starbucks em mãos, tal mulher também estava olhando para o imenso céu falsificamente azul, provavelmente perdida procurando repostas naquele mar de dúvidas que estava sua mente. Nisso, também havia um moço apressado, olhando a tela de seu celular, perguntando-se provavelmente quando seu café sairia.
A mulher aguardava seu café para o começo do seu dia, o homem, pelo contrário, esperava pelo seu café porque talvez fosse a única coisa que o fizesse seguir com sua rotina estressante, como já era de costume.
Uma trabalhava com a natureza, com a harmonia, com a música, com tudo que a conectava com a arte. Outro, com a cidade grande, com a sociedade, com os julgamentos, fofocas e tudo que ligava-se com algo negtivo, nunca encontrando sua verdadeira harmonia.
Ambos seguiam suas vidas, diferentes em todos os aspectos, cada um possuíam seus deveres, suas características e todas as suas difereças possíveis, mas ninguém imaginaria que ambos ansiavam pela mesma coisa, àquela coisa que poucos conhecem em sua forma pura, uma coisa que mesmo sem estar ciente, muitos procuram, essa coisa é difícil de ser descrita e mais difícil ainda é ser encontrada, é algo que quanto mais procura-se mais distante fica-se de sua matéria em si, poucos a encontraram e mais distante ela se tornou, assim como o silêncio, ela quase deixa de existir, mas quem um dia poderá dizer que ela foi realmente encontrada?
Talvez uma de suas peças tenha sido encontrada naquela mesma manhã daquela cafeteria, quando ele apressado, derramou café na moça estática e naquele minuto, apesar de todas as suas diferenças, a partir do momento em que seus olhares encontraram-se, àquela coisa, para eles, tinha sido enontrada em sua primeira parte e de alguma forma, eles sabiam.
Pin It
Atualizado em: Dom 27 Nov 2016

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222