person_outline



search

Viciada, eu sou

Sou dependente de ti.
Sou carente do teu amor
Tu é nicotina presente em meus pulmões.

Você cigarro, seu amor fumaça 
Viciada, eu sou.
Dependente do teu corpo
Teu carinho, e teu pudor.

Me encontro nas curvas do teu corpo
E no calor dos teus abraços.
Viciada eu,
E teu amor me põe em laços.


Mas tu há de partir,
Partirá meu coração 
Ainda dependente de ti 
Me derramo em solidão. 

Tu foi embora, a minha droga favorita.
Tive de me reabilitar naquela era,
Viciada em ti eu fui, hoje quem me dera.

Eu vivo de recaídas 
Pensei haver uma solução 
Mesmo anos se passando, tu é droga 
E continuo usando então.

Não sei se isto é amor,
Ou se é apenas um vício,
Mas eu sempre quero uma dose.

Quem dera eu, esse vício sumir,
Mas quero ter de ti uma overdose
E finalmente partir...

Pra ver se esqueço esta decepção,
Você foi a droga, que me viciou em solidão.
Pin It
Atualizado em: Sáb 18 Ago 2018

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222