person_outline



search

Quartzo rosa

Após o sexo as pálpebras não fecham
Eu me deleitei na tua alma despida
Fotografei com os olhos a penumbra do quarto
E o ambiente brilhando nas cores do Quartzo Rosa
Recebi a explosão da pólvora
Por te te dado lírios com gipsófilas púrpuras
Por ter te tratado como eu trato a poesia
Em um momento nos distanciamos da culpa da vida
Sorrio quando você me motiva
A me preocupar com ida e não me preocupar com a volta
A me preocupar com a vida e ignorar a morte
Em tom de desabafo diz: "Relaxa, somos jovens!"
Na cova rasa teu sorriso mergulho
As estrelas estão fáceis de pegar em silêncio eu fico
Quando vejo o céu na altura dos teus ombros
Eu esqueço do que somos e em silêncio eu grito
Pin It
Atualizado em: Sex 9 Jun 2017

Comentários  

#1 JulianoCarvalho 19-12-2017 00:21
Nossa show de bola.

Parabéns pelo texto riquíssimas palavras.

Sabe jogar com a emoção.

Parabéns meu amigo.

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222