person_outline



search

Pandora

É absolutamente normal o fato de um homem se deleitar com a beleza feminina. Mesmo sem conhecer ou trocar algumas palavras, um homem não segura o seu olhar e o deixa guiar ate uma luz forte que o cega! a formosura e curvas de uma mulher. A beleza atualmente é muito evidente e segue alguns padrões, entretanto nada certo pra ninguém e deve ser assim. Uma mulher negra é deslumbrante quando associada a um belo vestido que release o estilo de cabelo, a morena por sua vez é tida como a cor do pecado, deve ser pelo fato das formas informes resultante das misturas de raças, típicas no Brasil e uma bela mulher loira de olhos verdes ou azuis, ao andar mesmo sendo raquítica é algo intrigante a cabeça masculina.
 Eu por minha vez me perco e me acho, tanto que há momentos que a beleza é fugaz e os valores e caráter de um pessoa se torna suficiente e por outras `` a gente casa com uma bunda´´ , brincadeiras a parte, manter o ritmo de um dialogo agradável e um belo toque com mãos doces é praticamente o suficiente para um coração se deixar faiscar e pegar fogo!
 Entretanto vou relatar uma desventura por causa desses encontros casuais. É muito comum em uma cidade grande, um vai e vem rotineiro matar qualquer estilo de cortesia de bom dia, como vai, tudo bem ! apesar das piores hipóteses eu mesmo mantenho um conjunto de agradabilidade a pessoas desconhecidas seja , com uma conversa desinteressada, seja com um olhar, um sorriso, um comprimento, um favor etc
 Por manter tal comportamento que passei por uma situação inusitada. Me encontrava na avenida são João com a Ipiranga, quando reparei em uma mulher. Loira, de estatura aproximada de 1,75, com um vestido estilo praia mas comprido, , olhos verdes, cabelos liso que fazia uma onda sobre o rosto que era doce e arredondado, lábios carnudos, criatura formosa com curvas sutis. Carregava uma bolsa de couro. Ela passou acelerada parecia seguir a frente um drogado, todo sujismundo e bem mal cuidado.
 Fiquei atônito e procurei entender, pelo horário que era por volta das 3 da madrugada pensei se tratar de uma garota de programa. Talvez algo mais desumano ainda pra uma criatura tão formidável e de beleza inigualável!.
 - Estou encantado por sua beleza! aceita um cigarro ?. Pode parecer estranho as 3 da manha lançar uma cantada furada e talvez você acredite que seja bem mais frutífero perguntar: esta trabalhando ? pra todo efeito ela saiu da sua ``correria´´ e se viro pra mim.  
-qual seu nome.
-Pandora .
 Pandora, se sentou na calçada logo de frente a um hotel barato e fuleiro, pegou o cigarro que eu dei e acendeu começou a revirar a bolsa, tirou um cachimbo, armou uma pedra  de craque nele. Tragava o cigarro com força, provavelmente pra fazer a cinza pra misturar junto a pedra e fumar. Observar tal cena me remeteu a Pandora e sua caixa com todos os males do mundo. Eu tinha na minha frente a Pandora talvez com as mesmas qualidades da primeira mulher que foi criada por Hefesto ( Recebeu dos Deuses presentes: de um a graça, de outro a beleza, de outros a persuasão, a inteligência, a paciência, a meiguice etc).
 E de sua bolsa não tirava todos os males do mundo e sim o mal do mundo contemporâneo o vicio das drogas.
 -você usa? Somente sua voz calculista pra me tirar do transe.
 - não, não uso.-Respondi voltando-se para ela e também me acomodando nas escadarias de uma padaria fechada.
 - você bebi, cheira ? ah sexo você faz ?. A pergunta dela não me causou nenhum espanto. Nas madrugadas, é muito comum o uso de drogas e bebidas e também as propostas indecentes. O que me causou espanto foi ela afirmar que já vivia na cracolândia 6 anos e que recentemente tinha saído. Ficou longe do inferno por 4 meses após sofrer um atentando a sua vida e teve uma recaída e lá estava novamente.
 -E o que pretende fazer agora ? perguntei só pra continuar a conversa, depois de um silencio refletido por minha parte.
 - eu estava num hotel com uma amiga...
 -como assim ? indaguei meio desconfiado
 - Minha amiga estava toda suja e pegamos um hotel pra ``usar´´ e se banhar. Certamente duas garotas em um hotel usando drogas pode haver uma tendência a acabarem tende uma relação ou mesmo umas das duas se sujeitar a relação somente para pode usar a droga oferecida. E exatamente isso que eu fiquei disposto a tentar descobrir
 
Pin It
Atualizado em: Seg 29 Maio 2017

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222