person_outline



search

A Bunda

A bunda é um patrimônio
Que merece o meu respeito
Tentação bem do demônio
Curvilíneo é seu jeito

Ela tem sua importância
Ao redor do mundo inteiro
É chamada de poupança
Para efeitos financeiros

A poupança é algo astuto
Condição do crescimento
Do produto interno bruto
Ela é o maior fermento

Quando eu era criança
Minha mãe deu um porquinho
Veio o tempo da bonança
Gastei todo o dinheirinho

Assim é com a bunda vossa
Cresce muito com o tempo
Mas findada a era grossa
Vem com tudo o murchamento

Relevai os chulos termos
Deste raso economista
Meu pudor é meio enfermo
Mas a alma é de artista!
Pin It
Atualizado em: Ter 9 Jan 2018

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222