person_outline



search

a fada de sakura

No meio uma densa floresta de árvores mortas existia um pequeno lago envolto por árvores Sakura,no qual dizia uma lenda antiga que aquele que bebesse da fonte,estaria prestes a ter a vida eterna ,porem poucos se aproximavam de tal lugar,pois existia uma lenda que falava que em tal floresta morava uma Bruxa horrenda e solitária,que possuía o corpo do viajante e o devorava,seus ossos seriam usados para um ritual de magia negra onde seu objetivo seria trazer o anti-cristo de volta a vida,claro que isso é uma lenda,por que no fundo dessa floresta a Bruxa não era feia,ela na verdade parecia uma mulher de 20 e poucos anos de cabelos escuros,tampouco solitária,em sua companhia sempre teve uma fada,que a bruxa considerava sua neta,diferente da Bruxa a Fada era apenas uma Fada normal e curiosa e não representava perigo pra ninguém por apenas parecer uma garota inocente,porem um certo dia...
-Vovó,vovó-chegava a pequena fada correndo,pois ainda não sabia usar suas asas
-Estou ocupada,vá falando-disse a Bruxa 
-Sabe..eu queria saber...-fala a Pequena Fada
-Desembucha-fala a Bruxa 
-Eu gostaria de sair um pouco da floresta-ajoelha a Jovem Fada
a bruxa começou a olhar para ela com seriedade,ela olhava com tanta profundidade em seus olhos que a pequena fada se assustou,então a bruxa aponta pra ela e fala:
-Pode
-...Eu achei que ela ia dizer não,Meu Deus do céu-pensou a Fada
-Achei que você ia dizer não-falou a Fada
-Não,relaxe quanto a isso,quando você dormia eu dava uma fugida da floresta pra me divertir na cidade,você precisa sair um pouco daqui e se divertir você já tem 15 anos e não conhece nem um garoto-fala a Bruxa que logo depois da um sussurro:
-Fracassada
-Hein-perguntou a Fada surpresa
-Nada,nada não-riu a Bruxa-você pode ir,mas vire de costa vou esconder suas asas
então a Bruxa colocou sua mão e suas asas sumiram e ela cresceu até ficar no tamanho de uma pessoa de 1,55m
-Meu deus eu estou uma gigante que legal-fala a Fada
-Até humana ela é baixinha que engraçado-pensou a Bruxa já,segurando uma baita risada
-O que foi vó-pergunta a Fada
-Nada minha neta hehehhehe,você já pode ir volte antes de escurecer-fala a Bruxa
então a Jovem Fada deixa o rio de árvores Sakura e durante sua caminhada para fora da floresta das árvores mortas ela é observada por alguém escondido nas árvores,mas não percebe e continua indo para fora,um pouco longe dali a entrada da cidade a Jovem Fada encontra crianças mais novas que ela em torno de 8 a 12 anos e começa a correr e se divertir junto delas passaram quase a manhã toda brincando em perfeita felicidade,as crianças gostaram tanto dela que uma delas deu até uma pulseirinha com uma pequena joia de plastico roxa,até que um garoto em torno da idade dela chega porem usando uma armadura e uma espada e fala:
-Oi linda você é nova neste lugar,de onde você vem-perguntou o Jovem Cavaleiro
meio tímida a Fada responde o Jovem Cavaleiro:
-Sim,eu sou de uma floresta aqui perto 
-Olhando pra ela o Jovem Cavaleiro pensou:
-Parece uma oportunidade
-Oi linda você não quer me acompanhar-pergunta o Jovem Cavaleiro-vou visitar o castelo
-Não posso-fala ela envergonhada-tenho que voltar
-Hey,relaxa não vai demorar nada logo você vai estar aqui-responde ele
-Ta bom,mas tem que ser rápido-fala a Jovem Fada envergonhada
então eles seguem andando até o castelo,para a Fada ele era uma ótima pessoa e estava começando a se apaixonar por ele,por isso resolveu conhece-lo bastante para talvez ter algo a mais com ele,e ao chegarem ao castelo e foram para a sala do Conselheiro 
-Conselheiro,eu queria lhe apresentar essa garota que conheci hoje ela uma excelente pessoa-fala o Jovem Cavaleiro
-Por que esse bundão me trouxe uma garota de vila vestindo trapos,ele quer morrer-pensa o Conselheiro
-Então Príncipe,por que trouxe aqui essa nobre camponesa-pergunta o Conselheiro
-Príncipe ?-pergunta a fada
-Eu não falei pra você ?,eu sou o Príncipe daqui deste reino-fala o Jovem Príncipe-bom vou precisar falar com ele algo importante pode me esperar la fora ?
-Claro,vossa Majestade-fala a fada curvando um pouco o seu corpo e saindo deixando cair a pulseira por acidente
quando se da conta tenta voltar a sala,mais a porta da sala esta entre aberta e deixa um espaço para olhar
-Então Majestade,o que deseja ?-pergunta o Conselheiro em tom sarcástico
-Eu podia te colocar numa fogueira pelo seu sarcasmo,Esqueleto com Osteoporose,desejo falar com você uma coisa confidencial-fala o Príncipe
-Estou esperando-fala o Conselheiro 
-Aquela garota que acabou de aparecer aqui falou ser de uma floresta próxima,pelo que me lembro devastamos todas as florestas a um raio de quilômetros-fala o  Príncipe 
-Então isso significa que..-fala o Conselheiro 
-Sim,finalmente poderemos adentrar completamente a floresta das arvores morta e seremos eternos,mas o principal mataremos aquela bruxa HAHAHAHAHAHA-fala o Príncipe soltando uma risada maligna
do outro lado observando-os pela porta a Fada começa a ficar assustada e tenta fugir,porem é golpeada por algo na cabeça e desmaia,depois de um tempo ela finalmente acorda porem seus olhos não se abrem e ela só escuta:
-Senhor rei conseguimos retirar dela o máximo de informações possíveis,ela aparentemente já esta acordada,mas usamos muita força nela-falam algumas Vozes Masculinas
-Ela deveria ter morrido,não acredito que esta viva após isso tudo-fala um outro homem com uma voz mas grossa ainda
com um pouco de esforço a fada consegue abrir um pouco os olhos e vê Homens com uma túnica pretas e um Homem com uma armadura preta com detalhes roxos ao redor,então os Homens de preto perguntam:
-O que faremos com ela senhor-perguntaram os Homens de Preto
-Levem pra longe do castelo,e façam o que quiserem com ela-fala o Rei
-Entendemos o que esta dizendo senhor hehe-dizem os Homens de Preto com uma cara diferente
-Esperem,eu trouxe ela aqui,eu me livro dela-fala alguém ao fundo
depois de descer as escadas a Fada fica surpresa e triste ao mesmo tempo,aquele que estava ali era o Príncipe,vocês atacam a floresta até la,então o Príncipe exigiu ao rei um grifo e foi embora para longe com a fada,depois de horas voando,eles aterrizam numa floresta longe do castelo e da floresta das árvores mortas
-Onde eu estou me solta-falou a Fada
-Longe de tudo e de todos,estamos exatamente no local onde você vai morrer-fala o Príncipe apontando uma espada para a Fada-não quero seu sangue nojento pelo castelo
-Por que esta fazendo isso eu amei você-fala a Fada
-Me amou..... hehehehe.....HAHAHAHAHA,você é o que uma idiota,você me conheceu apenas por 1 dia e acha que isso é amor quão estupida você pode ser-fala  o Príncipe riscando o rosto dela com a espada fazendo cair um pouco de sangue no chão e na espada
-Então você não se importa comigo-fala a fada chorando
-Você...,não passou de um utensilio para conquistar uma vida eterna-fala o Príncipe
-Então eu vou acabar com você,antes de você não poder morrer mais-fala a Fada correndo na direção do príncipe,com lagrimas ao rosto  
-Eu vou ser o próximo rei da minha nação você acha mesmo que uma garotinha pode me vencer,em breve você e aquela bruxa da floresta vão morrer-fala o príncipe rindo e ameaçando
nesse momento a fada da um soco com tamanha a força que quebra a armadura e joga o Príncipe longe arrastando ele pelo chão e levando uma parte da floresta com ele
-Você pode ter me ofendido,partido meu coração,me batido e me ameaçado,mais jamais ameace a minha vovozinha de novo-fala ela furiosa 
então o Príncipe meio tonto joga a armadura no chão,e empunha a sua espada
-Você me deixou estressado,você vai ver o que é o verdadeiro poder real-fala o Príncipe
então ele ergue a espada que ao ser levantada atrai relâmpagos para se energizar e encrava ela no chão causando um rajada poderosíssima que queimou a floresta toda e causou um vento forte o suficiente pra empurrar o príncipe longe,e assim que se levanta ele vê o estrago que causou cerca de 3 quilômetros de floresta totalmente incinerados pelo trovão,porem ele fica nervoso ao perceber ao longe a Fada chegando perto dele e falando:
-Eu não gosto de cocegas você vai morrer aqui e agora-fala a Fada 
-Espera eu te amo vamos conversar-fala o Príncipe tremendo de medo tentando se afastar
-Eu te dou alguns segundos pra dizer como prefere morrer-fala a fada
-Ei olha,que tal assim você fica com o meu grifo e volta pra sua floresta ao norte daqui,que tal ?-fala o Príncipe apontando para o grifo que estava voando para fugir do golpe
assim que a fada olha para o grifo o Príncipe atira na hora sua espada carregada com eletricidade,mas a fada simplesmente segura a espada logo pela ponta com os dedos 
-Bom parece que você já escolheu como vai morrer-fala a Fada com um olhar de seriedade
-Me perd...-fala o Príncipe antes de levar uma espada fincada no cranio
com a espada ainda restando um pouco da eletricidade a energia é mandada para a sua cabeça fazendo ela explodir
-Viu só,não é tão ruim,foi como uma picadinha de mosquito-fala a Fada ironicamente
então ela faz sinal para o grifo e ele desce,então ela sobe em suas costas e eles voam em direção ao norte onde fica a floresta,depois de algumas horas de viagem a Fada finalmente chega na floresta porem algo esta estranho e não é só o fato de terem corpos estirados na floresta das árvores mortas,mais tres grandes forças emanavam da floresta,uma parecia bem mais fraca que a do príncipe,enquanto a outra era maior do que as outras duas e a ultima era mais conhecida,era a bruxa
-Vovó,cade você-grita a fada
-Parada ai fadinha-falou o Conselheiro aparecendo de traz de uma das árvores-você vai ter que passar por mim pra chegar no cadáver da sua tia 
-Mentira a minha tia não iria morrer pra vocês-gritou a Fada 
-De qualquer jeito eu vou acabar com você usando minha lamina de fogo-gritou o Conselheiro partindo pro ataque
então o Conselheiro pulou e tentou enfiar a espada de fogo na cabeça da Fada porem,dessa vez ela não parecia estar de brincadeira e mirou na cabeça do Conselheiro e atravessou a cabeça do mesmo com a mão e ele cai morto no chão
-O Príncipe tinha razão,você é fraco de mais,Vovóóóóó-continuo gritando a Fada a procura da Bruxa
saindo da floresta e entrando no lago dava pra sentir duas energias muito fortes e de longe a Fada já podia ver a bruxa e o rei lutando um contra o outro,porem com um estrondo de vento o rei expulsa a bruxa para longe,porem isso da tempo da jovem fada segura-la
-Conhecendo a sua fraqueza fica muito mais fácil,agora a água do rio-fala o Rei
enquanto o Rei vai na direção da água a fada fica chorando ao lado da bruxa
-Vovó,Vovó por favor não morra-chora a Pequena Fada
-Minha neta eu queria lhe dizer uma coisa antes de morrer,você pode não ter percebido,mais você não é minha neta de verdade-fala a bruxa
-Não pode ser Vovó,tem de ser mentira-falou a Fada
-Really Nigga,você não tinha percebido ?-falou a Bruxa
-Ruili o que ?-fala a Fada
-Nada não,mas escute o que eu digo você tem que impedir dele beber a água do rio esse homem é uma ameaça e se virar imortal pode acabar com a nossa floresta-fala a Bruxa chorando
-A água desse rio é muito boa por falar nisso-responde o Rei-me sinto revigorado após beber dela
-Mas já,não pode ser-diz a Bruxa nervosa 
-Eu recuperei meus poderes selados,sinto que agora eu posso acabar com qualquer um-fala o rei desembainhando sua espada e mandando um vento colossal que não só consegue ferir a Bruxa e fazer ela parar de se mexer como também fere a Fada do mesmo jeito
-Vó,por favor responda-grita a fada
-Você ainda me chama de Vó depois de tudo ?-pergunta a Bruxa
-Sim por que eu te amo Vovó-fala a fada
-Venha cá então...minha neta-fala a Bruxa colocando a mão nas contas da Fada-já esta na hora de te contar um segredo
e enquanto transformava a garota de volta em fada a Bruxa começou a falar:
-Eu não queria esconder de você,mas a cerca de 15 anos,semanas depois de você nascer,eu era uma simples guardiã da floresta das árvores mortas e nessa época esse Rei era conhecido como o Rei da devastação,ele invadiu a floresta para beber da água do rio,porem em um sacrifício família real deu sua vida para poder sela-lo e expulsa-lo,em seu ultimo suspiro o Rei das fadas me deixou sua unica herdeira e pediu para cria-la e ai esta você,olhando para você,uma jovem boa e humilde me sinto bem por realizar o desejo do meu Rei.
nesse instante a fada continua em seu mesmo tamanho,porem agora suas asas voltaram e ela sente uma enorme força entrando em seu corpo,com uma energia tão intensa forma em sua cabeça uma constelação de estrelas como se fosse uma coroa 
-Eu passei um pouco da minha energia espiritual para você,espero que a use bem-fala a bruxa 
e em seus braços a bruxa vira cinzas e é levada pelo vento,tomada pelo ódio a Fada começa:
-Eu vou acabar com você,pela minha família e pela minha avó-fala a fada agora Rainha das Fadas
-Que medo HAHAHAHAHAHAHA-sacaneia o Rei
nisso a fada sai correndo em cima dele para dar um soco e ele da outro e o impacto joga a fada longe e arrasta um pouco para tras o rei
-Vai ter que usar mas força que isso pra me derrotar Fadinha-falou o ei
-Não preciso de força,você esta no meu território-fala a Rainha das Fadas levantando a mão
assim que faz isso a rainha das fadas começa a controlar as arvores de Sakura ao redor do rio
-Mas o que é isso-grita o rei estranhado
-Esse é o verdadeiro poder da flor de cerejeira,trema diante do meu ataque da explosão de cerejeira-grita a Rainha das Fadas que envolta em seu inimigo as folhas rosas da Sakura para atacar seu inimigo
nisso o Rei acaba sendo explodindo dentro das folhas,mais sobrevive a explosão
-Eu ainda não estou morto sua fada inútil,morra-grita o rei mandando um corte no ar gigante em cima dela que desvia em instantes
-Lento demais,o rei esta ficando gaga,hehehe-brinca a Rainha das Fadas-aposto que não consegue me seguir
então a Rainha das Fadas foge em direção a floresta das arvores mortas
-Esta brincando comigo-pergunta o Rei-então vamos brincar do mesmo jogo 
em altíssima velocidade o Rei chega antes dela na floresta a ponto de surpreende-la com um soco que a joga no meio da floresta
-E então garotinha eu ainda sou lento-falou o Rei
-Lento e burro-fala a Rainha 
a rainha faz uma posição com as mãos na qual as arvores se enroscam na perna do Rei e o puxam para baixo
-Que merda é essa me solta-grita o Rei
-Não estou afim-falou a Rainha das Fadas
-Você esta brincando né,me solte daqui-fala o Rei em tom de exigência
-Você não esta em altura de exigir nada-falou a Rainha das Fadas
-Não espera,não faça isso-fala o Rei 
-Tarde de mais,seu destino já foi decidido no instante em que você entrou aqui-fala a Rainha das Fadas-você caiu na minha técnica de selamento,perpetuação da floresta da morte
-Espera você não pod....-fala o Rei antes de ser petrificado e transformado em uma árvore morta
-Eu consegui..eu consegui vo...vó-fala a rainha antes de desmaiar
a Jovem Rainha sente como se fosse um carinho em sua cabeça e uma lareira quente lhe aquecendo,e então de repente ela abre os olhos e pergunta:
-Quem esta ai?
-Netinha sou eu-fala a Bruxa 
-Vovó...você..esta viva-fala a Rainha das Fadas pulando com um grande abraço em sua vó
-Estamos em um lago que da a vida eterna pras pessoas no qual eu sou a guardiã,você realmente achou que eu ia morrer,o problema é que minha células demoram muito pra se regenerar-fala a Bruxa
-Então eu chorei e fiz aquela cena toda por nada e você viu ?-perguntou a Rainha das Fadas
-Sim e foi muito legal o que você fez,e igualmente legal como você acabou com ele,mas agora acho mais apropriado eu te chamar de rainha das fadas-falou a Bruxa-e acho bom você me chamar pelo meu nome também
-E como eu vou te chamar então vó ?-pergunta a Rainha das Fadas
-Pra começar de Bruxa da Lua ou se preferir rainha me chame de Chlomaki-falou a bruxa
-Falando nisso vamos caminhar sobre a lua ?,ela parece bonita hoje hehe-falou a Rainha
-... Otima escolha estou me sentindo ótima para fazer isso-falou a Bruxa
e assim continuaram vivendo juntas e protegendo toda a floresta como Rainha e Guardiã ou Bruxa
FIM
Pin It
Atualizado em: Ter 23 Ago 2016

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222