person_outline



search

Haverá tempo1?

Dias trancados, dias sem sóis, céus sem nuvens e olhares carrancudos nas janelas. Pessoas de passos apressados tentando acelerar as vidas alheias. Doentes sem cama. Famílias sem pais nem mães, filhos sozinhos a mercê de um destino cruel e desolador. Vejo-me preso sem perspectivas, são poucas as expectativas de novos horizontes. Na televisão mais mortes, mais gente doente e assim mesmo a humidade não enxerga.
E são festejos sem sentido, músicas altas e carnes queimando enquanto pulmões mal conseguem respirar por conta própria. São indivíduos mascarados, que tentam se esconder no meio da multidão. São corações dilacerados por todos os cantos. Empregos desfeitos, amizades perdidas enquanto governantes inescrupulosos riem e debocham da sua dor, no entanto você continua aí a endeusa-los, a venerá-los e curti-los como se eles fossem salvar de fato as suas vidas, mas na verdade o interesse deles é eminentemente cruel.
Para que poupar vidas se elas pouco importam? Morrem tantas pessoas diariamente na mesma velocidade que surgem novas raízes, novos laços, novos amanhãs. E assim prosseguimos. Acreditando em milagres. Crendo em palavras de conforto e em discursos vazios. Não precisamos de hospitais, pois não temos doentes. Vamos construir arenas, pois temos torcedores e esses mesmos adeptos dos espetáculos hoje clamam por uma cama de hospital, por uma chance de um dia, quem sabe, sair e poder abraçar quem eles amam.
E quando isso é impossível, a gente reflete e chega uma conclusão sem desfecho. Nada vale a pena. Nunca amei, jamais serei amado. Mas para quê pensar nisso se me resta pouco tempo? No entanto existe o prazo do outro. Haverá tempo de ser feliz, de ver sóis nascendo, nuvens formando chuvas e semeando vidas. Haverá tempo de vermos flores desabrochando, de vermos crianças correndo, de vermos nossos pais sorrindo e de enxergamos a alegria das caras sujas dos nossos antepassados.
Pin It
Atualizado em: Dom 10 Maio 2020

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222