person_outline



search

Leia!

Minha única verdade é sobre a imensidão de meu nada ser. A matéria dá-nos o saber de todo conhecimento que possuímos, e por esta ser o todo de tudo que conhecemos enaltecemos aquilo que coerentemente valor nenhum tem. O universo em si é composto supramente de infinitos detalhes, leves e sutis, graves e berrantes. É certo que todos os filamentos que compõem a física material e biológica são inteiramente um nada que se combina formando algo aparentemente palpável. A razão é que por mais que as coisas mundanas e a própria vida pareçam tão importantes, estas perdem espontaneamente seu valor. Como a instabilidade de núcleos radioativos estão a todo momento tão sutilmente prestes a decair. Mas o que é o matéria? Ligamentos atômicos? Energia condensada? A resposta pode ser bem mais simples que a própria existência humana. Tudo que vemos, temos e tocamos é nada mais do que uma infinidade de nada. Então quando a vida parecer incerta, e as possibilidades do mundo levemente errôneas, lembre-se de apreciar todos os fatos que nos tornam verdadeiramente humanos, pois a única coisa que é capaz de dar valor a essa imensidão de vácuo é nossa humanidade.
Pin It
Atualizado em: Qua 10 Jan 2018
  • Nenhum comentário encontrado

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222