person_outline



search

Amor e lixo

O taco balançava no ritmo do corpo. Prá lá e prá cá. De repente uma tacada seca; e a bolinha subiu em direção das nuvens. Rumo aleatório; Nada disso! Ela ia numa direção certeira até o próximo buraco. Tão longe que só uma vara com uma bandeirinha o tornava visível. Plac.Plac. Aplausos! Aplausos de poucos selecionados para ver aquele feito. O jogado de Golfe era seguramente um mestre.
Subiu no seu carro elétrico e foi em direção a glória. Desceu para a consagração! Escolheu outro taco e repetiu o balanço de maneira certeira colocou a bola no buraco. Fim de Jogo.
Um menino que observava atentamente pensou. Se eu conseguisse um carrinho desse meu pai não puxaria mais carroça. Era só adaptar umas telas e ele teria como carregar bastante lixo. Sem fazer a força correspondente a uma tração animal.
Se o menino conseguiu o carrinho não sei, mas sei que a idéia era boa. Somando-se a essa um carro comum de alguma repartição pública também poderia fazer isso. É incômodo ver um ser humano puxar quase 300 kg ladeira acima. Só um boi não reclamaria...

Pin It
Atualizado em: Ter 20 Jan 2009

Comentários  

#4 Abreu 13-08-2010 09:02
O viver e seus contrastes...
#3 Abreu 13-08-2010 09:02
O viver e seus contrastes...
#2 tania_martins 28-05-2010 21:53
Parabéns pelo texto!
#1 tania_martins 28-05-2010 21:53
Parabéns pelo texto!

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222