person_outline



search
  • Cordel
  • Postado em

Desejo Líquido

Quando enfim me apaixonei
O vento soprou ligeiro
Aterrou minha varanda
Revirou meu quarto inteiro
Ele só não quebrou tudo
(Bateu portas, o quasímodo)
Pois o amor quebrou primeiro

Mergulhando nos teus olhos
Te despindo de segredos
Se por descuido ou maldade
Semear em teus lajedos
Pelo meu destino velem
Ante Anteu sorriso selem
Nosso amor ou nossos medos.
Pin It
Atualizado em: Ter 31 Maio 2016

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222