person_outline



search
  • Baião
  • Postado em

O MEU AMOR E O PASSARINHO

Voou, voou
o passarinho que eu criei
ainda nem cantou, voou,voou...
Pra onde nem sei.

Caiu do ninho,
do alto da goiabeira.
Eta passarinho,
você deu muita bobeira.

A semana inteira alimentei ele pelo bico
até minhoca dei pra ele de petisco
chegou pelado e agora que emplumou
voou, voou, se mandou e me deixou.

O meu benzinho,
fez igual ao passarinho,
me deu amor e ganhou muito carinho
depois foi embora, e agora...
To magoado, apaixonado e tão sozinho.
Pin It
Atualizado em: Sáb 17 Jan 2009

Comentários  

#10 Gilvan 11-07-2012 21:30
Muita delicadeza, poeta. É poesia pura.
#9 Gilvan 11-07-2012 21:30
Muita delicadeza, poeta. É poesia pura.
#8 tania_martins 01-03-2010 21:49
Gostei.Parabéns!
#7 tania_martins 01-03-2010 21:49
Gostei.Parabéns!
#6 Abreu 15-12-2009 05:03
Melhor ficar sozinho que aprisionar sortudo passarinho.
#5 Abreu 15-12-2009 05:03
Melhor ficar sozinho que aprisionar sortudo passarinho.
#4 Zéca Miranda 04-03-2009 08:35
Fantástico... Havia muito que não recordava GILDO DE FREITAS com tanta efusividade. PARABÉNS!!!
#3 Zéca Miranda 04-03-2009 08:35
Fantástico... Havia muito que não recordava GILDO DE FREITAS com tanta efusividade. PARABÉNS!!!
#2 Marilena Orsoni 18-01-2009 19:15
Muito bommm.Tadinho dele né? Gostei. Parabéns. :D
#1 Marilena Orsoni 18-01-2009 19:15
Muito bommm.Tadinho dele né? Gostei. Parabéns. :D

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222