person_outline



search
  • Terror
  • Postado em

A revelação de um demônio

Tudo começa em um dia nublado com alguns chuviscos caindo do céu,
uma jovem de cabelos enrolados castanhos e curtos,pela amarelada e
olhos amarelos cor de mel,está correndo pela rua,desesperada com
o seu vestido negro tomara que caia curto e seu par de botas,
parecendo fugir de um extremo perigo.
_O que querem comigo?
A jovem grita com uma expressão assustada em seu rosto,sentindo
que sua maquiagem pesada estava a escorrer pela a sua pele,enquanto
ela se encosta na parede,vendo algo vindo em sua direção.
_Respondam o que querem!!!
A jovem grita assustada,com a mesma expressão assustada em seu rosto
delicado,enquanto se encosta na parede,forçando os seus olhos a se manterem abertos para o perigo que estava por vim,porém ela
sente uma pontada no coração e então desmaia ali.
Mais tarde....em algum lugar do planeta,há um galpão escuro que está
sendo iluminado apenas pelas velas brancas,com enorme pentagrama
no meio do lugar e dentro deste pentagrama está a menina,sentada
como uma boneca desconjuntada,enquanto continua em sono
profundo.
_Acorde Demônio!
Um homem coberto por uma túnica vermelha diz,logo após jogar
um balde de água quente em cima da pobre menina,despertando-a
do seu sono para que ela viva o seu pesadelo.
_Não sei do que fala!
A jovem grita com uma expressão assustada após acordar com água quente,totalmente molhada no meio daquele enorme pentagrama,
como se ela fosse o futuro sacrifício de algum ritual de magia negra.
_Sabe sim!Todos nós sabemos das pessoas que você matou...
Sem pena daqueles pobres irmãos filhos do senhor Jesus cristo!
O mesmo homem responde enquanto fica fora do pentagrama,
segurando uma cruz diante da moça,acreditando que aquilo
seja capaz de protegê-lo dela.
_Tais irmãos não tiveram pena de mim quando tentaram fazer
com que eu me matasse...se eles não tiveram pena de mim porquê
eu haveria de ter pena deles? É como dizem “olho por olho e dente
por dente”
Logo ao ouvir o seu julgamento a jovem começa a sorrir com um
olhar obscurecido,parecendo que uma energia maligna havia tomado
conta dela naquele momento tão oportuno.
_Há os demônios sempre pensam que sabem mais que nosso senhor,são vocês os provocadores das guerras por serem tão hipócritas!
O homem diz enquanto continua a segurar a cruz em frente a moça,
e então a encara olhando-a no fundo dos olhos com a sua mais determinada coragem.
_Somos hipócritas? Hipocrisia meu caro nada mais que é que se postar diante de um Deus supostamente benevolente que ordenou a destruição de um povo pela mais pura inveja,isso sim é hipocrisia!e digo mais...nem conheceriam tal palavra se Lúcifer se não existisse pois pelo Deus de vocês,vocês seriam burros e submissos para o resto da vida!
A jovem retruca com um enorme sorriso em seu rosto doce,demonstrando que não temia aquela cruz que o homem segurava diante dela,falando tudo aquilo que bem pensava.
_Cala a boca demônio!Deus é bom!ele sim é um salvador conhecedor da verdadeira sabedoria!
O homem grita exaltado,não gostando de ouvir aquelas palavras tão grosseiras e malévolas da jovem menina que continua sentada em meio ao pentagrama como se fosse uma boneca.
_Sim eu admito Deus é conhecedor da verdadeira sabedoria...Mas ele não sabe utiliza-la prefere temê-la e extermina-la com medo das terríveis consequências,
o que o seu querido Senhor não sabe é que para evoluirmos é preciso destruir!
A jovem diz com uma expressão indiferente e então explica o seu ponto de vista para o tal homem,que a cada momento que passa começa a temer pela sua vida
já que ele está diante de um ser tão poderoso.
_Destruição é só no que sabem falar!Deus constrói e vocês destroem tudo!
O homem responde com um ar de arrogância em sua face,sentindo-se melhor que a garota que está dentro daquele circulo,aparentemente presa pelas energias mágicas do polo positivo.
_Destruir para reconstruir meu caro!E não é só disso que sabemos falar!
Sabemos falar também em como sua classe de seres é inferior,onde já se viu
cometer um erro e culpar a outra pessoa? Não seria isso uma mentira? Pense
bem padre!pense bem!Pois é o que fazem!
A jovem sorri com ar de superioridade e então explica o seu ponto de vista para
o homem,que começa a ficar cada vez mais gelado com aquelas palavras tão ácidas não encontrando mais saída para as coisas que a menina diz.
_Só pode ser o filho do diabo mesmo!Para dizer tantas mentiras em relação ao nosso bom Deus que criou a terra,a teu pai e a ti...
O homem diz com uma expressão assustada em seu rosto,por perceber que as coisas que a menina dizia eram bem reais e faziam um enorme sentido,
enquanto repete em sua mente : “o demônio é ardiloso”.
_Filha,por favor respeite minha sexualidade!e é isso sim senhor!e eu sei que até mesmo o senhor que se diz tão puro já pecou uma vez,e que pecado eu posso dizer que estou horrorizada com tal coisa!Sua própria sobrinha padre!não tem
vergonha de abusar de uma criança?e depois dizer que ela estava possuída por
um demônio!qualquer criança em seu lugar ficaria exaltada e Patrícia era uma
menina excelente seria uma pessoa de bem que se formaria e seria alguém...
A jovem diz com uma expressão de raiva,pois odeia que confundam ela com um homem,e então começa a ver a alma do pobre infeliz e lhe revela que sabe do seu segredo que deveria ser levado para o tumulo até o fim do seu sacerdócio.


_Cala a boca!Você não estava lá!a menina dizendo que jamais iria se postar diante do senhor Jesus cristo que gostava de magia e desenhos da Disney!era o meu trabalho como guardião do bem fazer-me de demônio e mostrar a ela o quanto vocês são sujos!
O homem grita assustado com tal revelação,não suportando mais ouvir aquelas verdades que o feriam,enquanto ele se lembra das coisas que fez a pequena Patrícia quando já fazia parte do sacerdócio.
_Somos sujos? Meu pai não fez o senhor abusar de sua sobrinha!
A jovem diz com uma expressão incrédula,então os seus olhos começam a obscurecer e ela fica cada vez mais irada ao ver as coisas que o tal padre fez
a pequena criança para que ela defendesse a crença dele.
_Sim claro que fez!Foi ele quem me tentou a abusar de minha pequena sobrinha!Foi o Diabo e não eu!
O homem grita assustado,começando a sair do seu estado mental saudável
para entrar no mais extremo estado de insanidade,não suportando mais ouvir
aquela verdade que saia da boca da jovem.
_Não foi o Diabo!Foi você seu humano hipócrita e sujo!apenas você!
em nome da sua fé e principalmente do seu desejo pela pobre menina
e ainda teve a coragem de fazer ela se matar para jamais revelar isso
a ninguém!Somos sujos? Ou vocês são sujos?heim padre?
A jovem grita exaltada e depois começa a falar em um tom grave e um pouco baixo porém solene,demonstrando que sabia de cada detalhe do ocorrido que perturbava aquele homem naquele momento.
_Vai embora filho do satanás!Vai embora!
O homem grita assustado com o poder da menina,enquanto levanta a cruz em direção a ela,acreditando que aquilo seja capaz de protegê-lo da jovem que estava estirada no meio pentagrama,não suportando aquela dor ele fecha os
olhos.


_Oras!Não seja tão tolo!Achas mesmo que uma cruz será capaz de me parar?
a cruz que é a maior prova de que o Diabo triunfou sobre Jesus!...Sofra com os seus pesadelos humano idiota!
A jovem se levanta no meio do pentagrama com um olhar obscurecido de ódio,
e então caminha até o homem,que naquele momento apertava os seus olhos lembrando-se da sua triste tragédia,seus pés descalços caminham lentamente
e a jovem coloca o seu dedo indicador na mente do tal homem.
_Padre José,você não me capturou eu apenas aceitei ser pega,para que eu pudesse te mostrar que demônios são muito vingativos,quando sabem que
inocentes estão envolvidos no caso!
A jovem diz com uma voz suave e doce enquanto sorri tocando na testa do infeliz,fazendo com que este comece a suar frio de medo daquela criatura
tão poderosa,enquanto ela fica parada diante dele.
_Não Patrícia!Não me mate não eu não mereço!sou homem de Deus!
O homem grita desesperado de olhos fechados,a jovem sorri e então sai andando lentamente do lugar,sem se preocupar com a sua fuga,é quando
o padre surge dentro do galpão de olhos abertos,vendo uma menina de cabelos
negros,longos e lisos,pele clara,olhos verdes,vestida com um vestido de manga curta,com muitos babados,parecendo uma bonequinha,porém está cheia de ferimentos que ele fizera nela,agora morta vindo em sua direção com uma faca,enquanto ele corre para trás totalmente pelado exibindo seu corpo,
 moreno claro,seus olhos castanhos escuro e seus cabelos curtos e loiros.
_Titio o demônio está em seu corpo de novo,preciso fazer sexo com ele
para que ele suma não é? Eu vou fazer...
A pequena Patrícia diz com um olhar doce enquanto caminha na direção do homem lentamente,que está cada vez mais desesperado com aquela situação,
tanto que escorrega e cai no chão.



_Agora Titio vou fazer aquilo que mandou para tirar o demônio!
A menina diz enquanto sobe em cima do corpo do homem,parecendo que estava sem as suas roupas intimas de baixo,ela sobe nele,e seu órgão começa
a crescer até endurecer sem a sua vontade,a menina monta nele e então começa
a se movimentar enquanto seus corpos se encaixam,fazendo com que o homem
sorria do nada,e quando ele pensa que esse era o tal castigo,a menina pega a faca e começa a esfaquear o seu peito intensamente,enquanto se movimenta,
e quanto mais intensa é a penetração mais intensa é a facada.
É quando o homem desperta gritando,totalmente traumatizado com aquela cena,não suportando aquele pesadelo,com uma expressão de pânico,percebendo que estava preso dentro de um hospício,na ala dos psicopatas em série,é quando ele volta a realidade e então a mesma jovem que ele capturou antes,surge em
frente ao vidro do lugar sorrindo para ele.
_AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH!EU NÃO SOU LOUCO!NÃO SOU LOUCO!ME TIREM DAQUI FUI ENGANADO PELO DEMÔNIO!SOCORRO!
O homem grita desesperado com aquela situação,enquanto começa a bater na porta do lugar com toda a sua força,e quando ele menos espera os enfermeiros percebem o seu estado de violência,entram no lugar e então lhe aplicam calmantes fortíssimos,fazendo com que ele adormeça.
_Esse cara sim é um perigo para a sociedade ele estuprou a sobrinha,confessou
e agora diz que não é culpado,esse cara é extremamente louco diz que é culpa dos demônios,não se pode ouvir nada que sai da boca dele...
Um dos enfermeiros diz com uma expressão séria em seu rosto,enquanto eles colocam o paciente deitado na maca,para que não perturbe mais a paz dos outros trabalhadores,ele e o amigo saem do lugar.
Enquanto isso...nos sonhos do padre ele acredita está no paraíso quando de repente tudo escurece,e ele volta para o galpão abandonado onde ele estuprou a sobrinha e tentou matar aquela jovem misteriosa.


_Olá titio!
Patrícia responde com um sorriso em seu rosto,enquanto fica parada diante do homem segurando a faca,demonstrando que iria adorar fazer a mesma coisa
que fizera da outra vez,fazendo com que o homem comece a gritar de pânico
por entender que o seu tormento jamais teria fim.

Fim

Pin It
Atualizado em: Dom 16 Dez 2012
  • Nenhum comentário encontrado

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222