person_outline



search
  • Terror
  • Postado em

Anjo Negro Parte 2

Capitulo 6-    Jogos
No ultimo capitulo...Angela resolveu andar pela noite juntos dos imortais que dominam as noites de D’Cithy,enquanto estava dentro do bar,bebendo um gole de vinho,um mensageiro de Fargus surgiu, trazendo um recado sobre o sumiço de Dave Grehan que parece ter um grande significado na vida da jovem,preocupada ela não pensou duas vezes, e foi até a vila Holde para salvar a vida deste belo estranho,mas como já era de se esperar este sequestro não passa de mais joguinho patético de Fargus,e a jovem mais uma vez caiu na carta surpresa do monstro...
Angela voa pela masmorra,com uma expressão preocupada,enquanto quebra de maneira brutal, as portas das prisões do lugar com o seu machado...percebendo que Fargus planejou seu jogo muito bem,ela começa a pensar numa maneira de virar o jogo,se existem várias passagens secretas no castelo,então deve haver uma entrada que a leve a todas,e é lógico que pela linha de pensamento do monstro ele esconderia o jovem em lugares difíceis e estratégicos,para que se dificultasse ainda mais o resgate do rapaz.
Angela continua voando pelo corredor e fica com uma expressão séria,seus pés continuam fora do chão ,ela vê uma escadaria que a levará até a parte de cima do castelo Hoosvelt ,um castelo que fora projetado como uma fortaleza,para que toda pessoa que morasse ali,conseguisse escapar do seu inimigo,ela voa pela escadaria,curiosa para ver a saída da masmorra,ela chega e
seus pés pisam no ultimo degrau da escada,é quando a escadaria se desmorona,mas é claro que Fargus fez “umas instalações de armadilhas” no lugar,quando a escadaria é desfeita ,a jovem usa suas asas para voar novamente pelo jardim onde saiu,mas é lógico que o vilão já deve ter pensado que ela faria isso.
De repente...os sinos começam a tocar,marcando a hora do lugar,é quando os olhos da jovem se deparam com a torre de um relógio,sua expressão se torna assustada outra vez,pois no relógio estão dando exatamente três horas da manhã,faltam apenas duas horas praticamente para que ela fique presa na vila Holde.
Desesperada Angela segura o seu machado com mais intensidade e começa a destruir as paredes do castelo,transformando aquela linda fortaleza em horríveis ruínas,uma hora depois...Angela está cansada pois destruiu todo o castelo e não encontrou seu conhecido estranho Dave Grehan,suas asas são o que a mantêm “em pé”,é quando a jovem vê um cemitério logo atrás das ruínas do lugar,ela fica com uma expressão desconfiada e pensa “Se Fargus é muito cruel então por quê não esconderia um jovem em lugar tão fúnebre e macabro como aquele?”,suas asas se movimentam e ela voa até o cemitério,quando ela entra naquele lugar,ela sente o vento frio e o silêncio expeço no ar,mas ela não se deixa sentir a ansiedade e o medo,voa até os túmulos e começa a quebrar cova por cova até encontrar a cova onde Dave está preso,os minutos se passam mais rapidamente desta vez,pois ali o tempo não tem presença,então ele praticamente não existe,quando se parece que ainda há tempo é por quê o tempo já acabou,quando parece que lá está lento aqui está bastante rápido...Os minutos continuam a correr como se fugissem da noite,Angela fica cada vez mais desesperada,ainda há cento e vinte e três túmulos para ela violar...faltam agora três minutos para que o sol nasça,e Angela está destruindo agora a cova trinta e seis,será que ela vai ser capaz de encontrar Dave antes que o tempo acabe?Um minuto e vinte e oito segundos para o sol nascer,e nada de Angela encontrar seu estranho conhecido,cinquenta e nove segundos,ciquenta e seis,ciquenta e cinco...a jovem está agora na cova vinte,oh céus mas será que ela vai ficar presa ali para sempre?quinze segundos,quatorze segundos,treze segundos,doze segundos,dez segundos...Angela está cansada e resolve desistir na cova quinze,esta ela quebra mas lentamente pois suas energias foram todas sugadas,ela quebra a cova,nove segundos,oito segundos,sete segundos,seis segundos,ela abre a cova...e fica com uma expressão de pânico,sua pele fica mais clara que o normal,e seus olhos começam a lagrimejarem...cinco segundos,quatro segundos,três segundos,dois segundos e um segundo,Fargus aparece no cemitério e fica com uma expressão assustada e enfurecida,de repente...seus olhos param na direção do túmulo quinze,Angela está jogada sob o corpo de Dave Grehan,com o sangue escorrendo em sua boca, pois ela está sorrindo,completamente aliviada,o jovem acorda e vê aquela aberração jogada em cima dele,mas ele não se assusta,seus braços se movimentam e ele a abraça mostrando-se agradecido por ela o salvar.
É quando o sol começa a brilhar,mostrando que a noite acabara de terminar,os ventos começam a se tornarem mais calorosos,a luz do sol toca a pele da jovem,suas asas se desfazem,suas garras voltam a ser meras unhas humanas e sua boca volta ao normal,Dave fica com uma expressão surpresa e encantada,ao ver a bela jovem,pois jamais imaginou que ela o salvaria mesmo que ele realmente merecesse tal agradecimento dela.
Os olhos de Angela começam a se abrirem,ela levanta seu rosto e olha para Dave totalmente exausta mas satisfeita com a sua grande conquista por enfrentar seu medo de ficar sozinha,ele sorri e agradece a ela com um beijo nos lábios.
Fargus fica indignado,pois a jovem deveria ficar presa ali junto dele,mas por algum motivo inexplicável,ela conseguiu salvar Dave,é quando ele começa a aplaudir pela vitória de Angela,ao ouvir as palmas do vilão,ela vira seu rosto e olha de canto para o cínico monstro.
_Meus parabéns...Mas esta é só a sua primeira vitória querida,outros desafios viram e será que você vai conseguir ganhar?eu duvido muito...mas como o prometido...podem ir tanto você quanto este moleque!
Fargus diz,após aplaudir a vitória da jovem,com uma expressão animada,ameaçando-a com um próximo grande desafio,e abre uma passagem negra com os seus poderes,Dave levanta do túmulo e carrega Angela em seus braços com uma expressão séria enquanto olha para o terrível monstro,Angela abraça o jovem e esconde seu rosto no peito dele não querendo nem se quer olhar na cara daquele ser imundo que a prendeu naquele lugar e antes disso ainda por cima a amaldiçoou,o jovem anda até a passagem,e a atravessa carregando a dama em seus braços.
Em D’cithy,no apartamento de Angela Whitestone...Ela está deitada na cama desmaiada,Dave está sentado no sofá que levou para o quarto só para não sair de perto da jovem,é quando Lua negra aparece na porta do quarto e reconhece o jovem,ele fica “p”da vida,corre e pula na cama da sua amada dona.
o gato se deita ao lado da sua amada,e olha enfurecido para o estranho em sua casa,Dave olha para o felino e o reconhece.
_Lua negra...ou devo dizer Lande Mooward,quanto tempo se passou e você ainda não saiu de perto da minha Angela?
Dave diz com uma expressão indiferente,com os braços cruzados,mostrando que entende muito bem o porquê do felino agir diferente dos outros gatos e que tem um forte concorrente na “batalha” para ganhar o coração da menina corvo.
“Fazem apenas seis meses...e eu sei que a Angela será minha seu panaca!”Lande pensa com uma expressão enfurecida para que o estranho entenda os seus pensamentos.
_Não ela será minha e não sua pugento!pois eu cheguei antes de você,e também ela me deve a vida dela,pois EU a salvei da morte...
Dave responde mostrando que realmente entendeu os pensamentos do felino,com um sorriso cínico de um vencedor trapaceiro,Lua negra começa a se tornar arrisco e começa a encostar seu corpinho perto da sua dona,mostrando-se fraco.
_Você jamais terá o coração da minha amada...pois você é muito fraco...Lande!
Dave diz com uma expressão animada,mostrando-se um bom observador e que suas habilidades de conquista são melhores que as de Lande,pois ele é mais inteligente na sua opinião.
“Isto mesmo Dave pense que eu não ganharei o jogo e revele a minha amada que eu sou tão homem quanto você”
Lua negra pensa enquanto se mostra um gatinho completamente indefeso.



 










Capitulo 7-O grande erro
No ultimo capitulo...Angela caiu em mais uma das armadilhas de Fargus,e acabou presa na vila onde o subordinado do Rei das trevas é dono de um reino intitulado por “Holde”(Em homenagem a deusa Germânica da morte),fascinado com a sua vitória o maldito rei de Holde resolveu dar a jovem o beneficio da pena,e lhe deu a oportunidade de sair,ela conseguiu sair executando todas as ordens lhe estabelecidas,e ainda por cima reencontrou o verdadeiro Dave Grehan....mas como ela usou todas as suas energias ela acabou não conseguindo manter seus olhos abertos e o maravilhoso cavalheiro a carregou em seus braços e a levou até a sua casa,mas quando chegou lá,descobriu que o seu grande rival Lande Mooward estava bem mais perto da sua amada do que ele pensava imaginar...
De manhã...como sempre o céu esta nublado e os ventos estão bastante congelantes,no quarto da amaldiçoada,os olhos da bela Angela começam a se abrirem lentamente,Dave está desmaiado no sofá,segurando a mão da sua dama amada,e Lua negra está deitado do lado da jovem,com o seu rosto encostado no pescoço dela.
Angela abre os olhos,olha para o gato deitado em seu pescoço,e acha muito doce a reação do seu melhor amigo e animal de estimação,é quando ela resolve fazer um carinho na cabeça do bicho.Mas quando ela vai levantar sua mão,ela percebe que outra mão está segurando a sua,seu rosto vira e ela descobre que Dave é quem está segurando,seu rosto fica levemente avermelhado na bochecha e ela dá um sorriso sem jeito.
_Não fique tão envergonhada...
Dave diz,seus olhos se abrem,seus lábios formam um sorriso fechado e ele olha para a jovem um tanto encantado.
_Isto é um sonho?pois você nunca fica perto de mim,depois de salvar a minha vida...
Angela diz,com uma expressão um tanto triste,enquanto olha no fundo dos olhos do jovem,de repente....a mão que estava entrelaçada com a do belo,é levada até o peito dele e Angela está bem próxima a Dave,com os olhos surpresos e enormes,não conseguindo nem falar,pois seu coração está batendo acelerado,fazendo com que a garota quase tenha um problema cardíaco.
_Não existem sonhos,pra mim...E realmente eu precisava estar perto de você,salvou minha vida e ficar perto de você é uma maneira de agradecer....
Dave diz com uma expressão calma e sorridente,enquanto sente a pulsação do coração da jovem,segurando na mão desta.
_Então está aqui só por eu salvar a sua vida,não existe nada mais além disto?...
Angela diz,e se senta na cama,se afastando rapidamente do belo jovem,com uma expressão mais triste e deprimente do que antes.
_Não...sei dizer...só te vi uma vez é difícil saber...
Dave responde com uma expressão de pena,enquanto vira o seu rosto para o lado,e cruza os braços.
_...Tudo bem...
Angela fica com uma expressão bem desanimada,e sai andando para ficar longe do jovem,é quando ela deixa escapar que está “tudo bem” demonstrando um sentido contrário,ao ouvir o som fúnebre da voz da dama,o jovem vira seu rosto e olha para ela,ele fica preocupado e vai atrás dela.
_Angela...Não posso dizer que existe algo mais,se nem eu mesmo sei que existe!
Dave diz com uma expressão preocupada,realmente preocupado com a jovem,enquanto fica parado atrás dela,ela não responde fica de costas para ele,uma lágrima cai no chão.
_Está chorando?
Dave pergunta,seus pés se movimentam sob o chão e ele fica parado na frente dela,ele movimenta as suas mãos e segura nos braços da jovem,é quando ela sem querer ergue seu rosto,ele está molhado de lágrimas e a sua maquiagem está borrada e derretida.
_Por quê está chorando?
Dave pergunta com uma expressão bastante surpresa e triste,enquanto segura com um pouco mais de intensidade os braços da bela jovem.
_Não importa!me deixe em paz!
Angela diz com uma expressão triste,e tenta se soltar das mãos do jovem,este a segura com mais força agora.
_Importa sim...Me diz...
Dave diz com uma expressão séria,enquanto olha no fundo dos olhos da bela,tentando entender o motivo do seu pranto.
_Eu sempre estive sozinha,e sempre pensei que se um homem se dá ao trabalho de salvar a  vida de uma mulher é porquê ele tem
sentimentos por ela...e eu tinha esperança de sair desta maldita solidão mas vejo que estou destinada a ficar presa a ela!
Angela diz com o rosto abaixado enquanto olha para o chão,e as suas lágrimas o molham cada vez mais.
_...Não perca suas esperanças,sempre teve alguém ao seu lado só você é que não quer ver...sabe o seu gato Lua Negra?ele não é um gato comum,ele foi amaldiçoado pela pedra mágica do reino de Athenas por ser muito ambicioso...ele é tão homem quanto eu,o nome dele é Lande Mooward...
Dave diz friamente,Angela olha para ele com a mesma expressão inocente e triste,as mãos do jovem permanecem nos braços dela.
_Lua negra...Co-como você sabe disso tudo?
Angela diz e pergunta com uma expressão surpresa,e olhos arregalados,pois por esta ela não esperava.
_Fui um grande mago no reino de Athenas,eu ouvi boatos...
Dave diz com uma expressão calma e mal humorada,pois acha que depois que a jovem descobrir sobre Lande,nunca mais terá olhos para ele,uma curiosidade o nome do reino é “Athenas”em homenagem a deusa grega da sabedoria.
_Lua  negra...então foi por isso que...Como quebro o feitiço dessa pedra?
Angela diz se lembrando de quando Lande roubou um beijo dela na forma de gato e ela o acusou injustamente,é quando ela se sente na obrigação de ajudar seu amigo felino.
_Vendendo a sua alma ao “Grande Rei”
Dave responde com uma expressão indiferente,infelizmente parece que ele estava certo em sua opinião Angela não tem mais olhos para ele,é isso que dá “bancar o difícil”,suas mãos caem.
_Como se faz isso?
Angela pergunta com uma expressão confusa e inocente,mostrando que é capaz de fazer o que o jovem disse.
_Não fala sério...Por favor! Angela vai até o “Reino das trevas” por causa deste felino idiota?
Dave diz com uma expressão surpresa,Lua negra passa por ali e a mão do jovem pega o felino pelo couro,este mia surpreso.
_Você mesmo disse que ele é tão homem quanto você,então ele merece viver como um humano e não um animal,devolve o meu amigo!
Angela diz  com uma expressão séria, tira o seu gato das mãos do jovem e sai andando até a sua cama.
_Tudo bem!vai escolher este filhote de cruz credo,eu não tô nem aí!!!
Dave responde exaltado morrendo de ciumes do felino,chateado ele sai andando para a sala,logo depois dele sair,a jovem fecha a porta do quarto e a tranca.
_Bem vamos colocar tudo em pratos limpos...hã é...Lande!
Angela diz,enquanto se vira,ela sai andando em direção a sua cama,o gato fica com os olhos assustados e fica parado.
Na sala...Dave fica deitado no sofá com os braços cruzados,com uma expressão de raiva,olhando para o lado.
_Acho que eu preferia ser o gato...É isso que dar ter o dom da fala,e ser sincero se eu tivesse mentido dizendo que EU AMO aquela pateta nós estaríamos juntos....mas não eu tinha que ser justo com ela...Esperai por quê eu me importo tanto se não estou nem apaixonado por ela?ou será que eu estou?
Dave diz com uma expressão triste,depois volta a sentir fúria e por fim ele fica confuso com relação aos seus sentimentos pela jovem,pois se ele não sente nada por ela porquê se importa tanto com o fato dela querer o Lua negra na forma de Lande?por quê ele sente tanta raiva?pobre rapaz está completamente confuso em relação a bela jovem Angela.

 

Capitulo8-Desentendimento
No ultimo capitulo...Após salvar Dave grehan,Angela Whitestone não conseguiu nem se agüentar em pé,pois usou todas as suas energias para ganhar o jogo de Fargus,foi quando ela caiu nos braços do belo jovem Grehan,completamente inconsciente,como uma forma de agradecimento ele resolveu levar-la até a seu apartamento...Mas quando chegou lá se deparou com o seu grande rival Lande Mooward na forma de gato e resolveu entrar na “batalha”pelo coração da dama,mas quando chegou a hora de ganhar a batalha ele botou tudo a perder sendo sincero dizendo que “Não sabia se sentia alguma coisa pela bela”,ela entrou em um estado avançado de depressão e resolveu se afastar do jovem,saindo do quarto onde estava,mas este percebeu e não deixou-a sair,foi quando ele viu com os seus próprios olhos o quanto a jovem pode ser carente,preocupado com isso ele revelou a verdade sobre a maldição de Lua negra,e sentiu que perdeu a “segunda batalha” pois a bela ficou preocupada e mostrou que faria qualquer coisa para salvar seu amigo desta maldição,o belo não conseguiu se controlar e começou a brigar com a dama por sentir ciúmes e resolveu se afastar dela,saindo do quarto e indo para a sala, foi quando ele percebeu o grande erro que cometeu,quando falou sobre Lande ser Lua negra...
A noite...estranhamente não está chovendo em D’cithy,e como sempre,todos habitantes noturnos estão andando pela cidade e divertindo,todos menos dois,que ainda estão no apartamento...
Dave ainda continua na sala,mas agora está sentado com uma expressão de raiva em seu rosto e uma taça em uma de suas mãos e o vinho na outra,do lado do sofá estão todas as seis garrafas que bebera sozinho,Angela está deitada dormindo na cama,ela acorda rapidamente,seus pés tocam o chão e ela vai até a sala para saber quem está ali,seus cabelos estão desgrenhados,
seus olhos estão um pouco fechados,ela continua a andar pelo corredor com uma camisola vermelha bastante curta que valoriza o seu corpo,com uma expressão séria,de repente seus pés param e a expressão da jovem fica vazia e surpresa.
_Dave o que ainda faz aqui?e onde arrumou vinho?
Angela pergunta com uma expressão surpresa e preocupada,segurando nas bordas da entrada da sala.
_Bem eu não queria ir embora...mas se quiser que eu vá,eu vou indo...
Dave responde com uma expressão calma e desanimada,seus pés tocam o chão e ele tenta ficar de pé,mas acaba caindo no sofá,afinal ele bebeu sete garrafas de vinho já está mais do que um pouco tonto.
Angela olha para o jovem com uma expressão indiferente,seus pés se movimentam e ela para na frente dele e coloca as suas mãos no ombro dele.
_Não posso te deixar sair nessa situação,pois podem te matar...
Angela diz olhando nos olhos de Dave,com um sorriso triste e fechado.
_Então se preocupa comigo?
Dave pergunta com uma expressão de tristeza,olhando nos da jovem a deixando um tanto sem jeito.
_Claro que me preocupo,se você morrer quem vai me salvar?Lande?mesmo que ele quisesse não conseguiria...por falar nisso por quê você ficou chateado comigo quando eu falei que eu queria ajudar  ele?
Angela diz com o mesmo sorriso triste,e leva o assunto a direção que queria,para entender porquê Dave a despreza tanto.
_Porque eu estou na sua vida a muito tempo e você nunca se deu ao trabalho de nem se quer me procurar,e ele está na sua vida á alguns meses e você já venderia até a sua alma por ele...
Dave responde sendo sincero,com o rosto abaixado,com uma expressão triste e calma,olhando para o chão.
_Mas você disse claramente que não sente nada por mim...
Angela responde com uma expressão de pena,pois está começando a achar que o jovem gosta dela e não sabe.
_Eu não falei tal coisa!eu disse que não sabia...mas eu realmente queria aprender a te amar,mas e daí agora você quer o pulguento do Lande Mooward...
Dave responde,levanta seu rosto e olha no fundo dos olhos da jovem,com uma expressão de raiva.
_Está dizendo que eu interpretei mal?
Angela pergunta,com uma expressão novamente indiferente,com as mãos nos braços do jovem.
_Exato...
Dave responde,olhando no fundo dos olhos da jovem a deixando ainda mais confusa,com um sorriso fechado em seu rosto,com uma expressão alegre.
_Nossa que cabeça a minha, eu disse “você tem sentimentos por mim ?”e você respondeu “Não sei dizer só te vi uma vez”e eu deveria pensar oohh ele sente algo por mim...dá licença...
Angela diz,enquanto se afasta do jovem,com um sorriso no rosto sentindo uma semente de raiva germinar dentro de si.
_ Não fique tão chateada...era para o seu bem,para que ficasse segura...
Dave diz,com uma expressão triste,enquanto suas mãos seguram os braços da dama,ela vira seu rosto e olha para ele com uma expressão de raiva,suas mãos largam dos braços da jovem,e ele a puxa para perto dele,ela fica tão próxima que os narizes dos dois se encostam.
_Ah é???então porquê continua perto de mim?acho que você já deveria ter ido...
Angela pergunta com uma expressão irônica,enquanto suas mãos seguram no ombro do jovem,o afastando de perto dela,como se isso adiantasse.
_...
Dave fica sério,sem palavras para explicar a razão pela qual ele ainda continua ali,preocupado com o que a jovem dirá,ele a segura pelas costas com bastante intensidade,e lhe rouba um beijo,para fazer-la esquecer o queria tanto lhe falar.
Quando os lábios dele se desgrudam para ele beijar-la a jovem não resiste e também desgruda os seus,ele encaixa sua boca na dela,e as línguas deles começam a se enrolar e desenrolar continuamente uma na outra,as mãos dele escorrem das costas da moça, e ele a ergue, a carregando em seus braços.
Angela coloca seus braços envolta do pescoço do seu pretendente,ela desencosta sua boca da dele só para que possa respirar,mas ele não permite e volta a beijar-la,ele a encosta numa parede que estava a frente deles,e a coloca no chão,suas mãos seguram o rosto da jovem e começam a escorregar até as alças da camisola dela,ele começa a puxar-la para baixo para que deixe a jovem apenas com a sua roupa intima,ele tira a camisola dela,as mãos dela seguram no casaco preto dele e ela o tira,ele para de beijar-la,ela fica totalmente sem jeito,seus olhos vêem a garrafa de vinho,ela a pega e bebe a ultima metade que faltava para terminar.
Dave agora está apenas com a sua cueca,exibindo seu belo corpo saudável e musculoso,suas mãos seguram os braços da jovem e os ergue na parede como duas algemas de ferro,sua boca volta a se encaixar na boca da jovem,ela começa a tentar resistir desta vez, pois não se sente preparada para dormir com o seu amado,ele não percebe,a ergue e a carrega até o seu quarto.
Angela esta em uma péssima situação,em sua mente sabe que não é a hora certa,e em seu coração ela sente que deve fazer isso ou irá perder seu jovem herói para sempre,pobre menina tenta resistir á algo que ela quer muito que aconteça ali mesmo.
Dave a joga sob a cama,ela abre os olhos um pouco assustada,pois não sabe que escolha deve fazer,ir pra cama com o seu amado ou não ir e fazer com que ele a odeie e manter a sua pureza?
o jovem monta em cima dela,como um felino,ele está com uma expressão alegre,com um sorriso no rosto e os olhos meio fechados,ele volta a beijar-la,ela fecha os olhos pois não consegue resistir,mas seu corpo começa finalmente a reagir,suas mãos seguram no ombro do jovem o afastam de perto dela,a boca deles se desgruda,ela está com um olhar assustado e uma expressão triste.
_Não!
Angela diz alto e solene,com uma expressão séria,o jovem fica surpreso,ela se levanta e fica sentada na beira da cama com a cabeça abaixada.
_Vai embora daqui agora ou eu te odiarei por toda minha eternidade!
Os lábios da jovem se movem de maneira bastante rígida,as mãos dela seguram nos lençóis com bastante intensidade e ela os rasga com as unhas de tanto medo que sente.
_...Certo,Me perdoe achei que você era mulher o bastante,mas vejo que é uma meninha no corpo de uma...
Dave responde com uma expressão alegre,escondendo o quanto está sentindo raiva da jovem naquele momento,ele se senta ao lado da jovem.
Ao ouvir as palavras que saíram da boca do seu conhecido,o corpo da jovem se vira na direção dele,no relógio que ficava em cima da mesinha dela,dá exatamente meia noite,a lua cheia sai de trás das nuvens,a jovem continua de cabeça baixa,em seus lábios surge um sorriso molhado por sangue.Dave começa sentir calafrios,em seu rosto surge uma expressão de pânico,o rosto de Angela agora está escondido pelos seus cabelos,mas mesmo assim dá para ver que seus olhos estão completamente vermelhos no tom de sangue.
_Sou mulher o bastante agora...?
Angela pergunta com uma expressão alegre,Dave fica com uma expressão de pânico,pois não vê a jovem e sim uma mulher muito bonita e madura,mas que está sem os olhos e que o sangue ainda está escorrendo em seu rosto,com uma roupa branca toda destruída,e manchada de sangue que descia também do seu peito.
_PARE!!!ANGELA POR FAVOR!!!PARE!!!
Dave começa a gritar desesperado,com uma expressão de pânico,seu corpo começa a se arrastar pela cama,ele cai no chão,e se arrasta para a saída do quarto,ele sai do quarto e fecha a porta.
Angela ainda continua sentada na cama,com o mesmo sorriso em seu rosto,o jovem corre para a sala,ele coloca apenas suas calças e sua jaqueta de couro,seu rosto vira para os lados e  ele sai correndo de dentro do apartamento da jovem e enquanto ele corre pelo corredor,a mesma mulher reaparece,ele fica morrendo de medo,e seus pés começam a se apressar no máximo de velocidade que ele agüenta,a mulher continua a persegui-lo,ele corre em direção a escadaria,seus pés tropeçam e ele cai de costas nas escadas.
Angela se preocupa,e para de usar o seu poder noturno e tenebroso,ela fica com tanto medo que mentaliza está ali perto do seu amado para que ela possa salvar-lo da morte,ela aparece ali,em seu rosto surge um olhar assustado e ao mesmo tempo preocupado,suas asas começam a bater e ela sai  voando o mais rápido possível em direção ao jovem,ele já caiu por dez degraus se ele chegar chão que está próximo será morto,pois nesse está cheio de grandes e afiados pedaços de vidro,falta pouco para que ele morra, e parece que nada pode salvar-lo mas a bela fica muito veloz,de repente,os olhos da jovem ficam enormes,e seu rosto fica sujo de sangue,seu corpo está jogado em cima dos cacos de vidro,seus braços estão envolta do seu tão querido herói.
Dave olha nos olhos dela,com uma expressão de medo,suas mãos seguram o rosto dela,ela começa a fechar os olhos e a ver tudo escuro.
_Não...Angela não fecha os olhos!
Dave grita desesperado,com uma expressão de medo,segurando no rosto da jovem,ela ergue um pouco o rosto e encosta seus lábios nos dele,sua mão segura na mão dele,mas elas caem e a jovem fecha de vez os seus olhos.
o jovem se levanta,com o corpo frio e gélido da sua amada em seus braços,ele a abraça com bastante intensidade,com as suas mãos nas costas frias da garota,com a sua cabeça encostada em seu ombro,com os olhos abertos e tristes,um vento frio passa por ali.

 

Capitulo 9-Ajuda
No ultimo capitulo...Angela e Dave se desentenderam outra vez pois nenhum deles consegue entender realmente as palavras um do outro,só que em um momento totalmente estratégico,o jovem se aproveitou-se da sua força poderosa e beijou a bela garota e nesse mesmo momento percebeu que sentia alguma coisa por ela,e quis que eles dormissem juntos,mas a garota não se sentia preparada e resultou numa grande tragédia...
 No dia seguinte...é de manhã em D’cithy,e como em raras vezes o sol está brilhando e as nuvens estão brancas e limpas,sem nenhum traço de cinza envolta delas,em uma floresta não muito distante da cidade,Dave está caminhando desesperado,em quanto carrega Angela em seus braços,com uma expressão de pânico,seus pés se movimentam pelo chão,dando passos pesados,
eles param.
Dave está parado,em frente uma casa enorme que parece está abandonada,feita de madeira,de repente...a porta começa a fazer um barulho e se abre lentamente e sozinha,o jovem fica com uma expressão desconfiada e entra na casa,ao entrar na casa a porta se fecha e se tranca,os ouvidos dele captam o barulho e seus olhos olham de canto para a fechadura.
_Olá Dave,o que ouve com ela?
Uma linda jovem pergunta,ela tem olhos verdes,cabelos ruivos, longos e ondulados,pele bem pálida e está vestida com um vestido branco de mangas cheias que vai até o seu joelho,com um espartilho vermelho por cima,que é abotoado na frente.
_Elize espero que possa me ajudar...ontem eu e ela nos desentendemos e...
Dave olha para ela um pouco assustado,se recompõe e fica com uma expressão triste enquanto implora pela ajuda da jovem,com o seu olhar.
_Você fez isso com ela?
Elize pergunta com uma expressão de pânico,com a boca aberta e os olhos bem arregalados,enquanto seus dedos apontam para o rosto da menina amaldiçoada.
_Claro não sua lesada!Ela tentou me salvar enquanto eu caia da escada...
Dave responde com uma expressão indiferente,ele recompõe a sua expressão e ela se transforma em uma expressão triste outra vez.
_Então foi ela que tentou te matar?...Melhor eu parar de tirar conclusões precipitadas não é?
Elize pergunta com uma expressão de pânico,Dave olha para ela com uma expressão indiferente sentindo uma raiva dentro dele crescer,ela fica com uma expressão envergonhada e sorri.
_É!...Vai me ajudar ou não?
Ele responde com a mesma expressão indiferente,e pergunta com uma expressão de raiva,olhando para a jovem com muita raiva.
_Claro que vou,meu irmão,coloque-a ali na cama e enquanto isso,me conte como foi que aconteceu essa tragédia com a mulher que você ama?
Elize responde com uma expressão envergonhada sorrindo,ficando com as bochechas vermelhas e pergunta com uma expressão confusa,curiosa para saber como foi que o relacionamento deles ficou daquela maneira,enquanto aponta com o seu dedo onde ele deve colocar o corpo da menina.
_Está tão na cara assim?
Dave pergunta com uma expressão envergonhada e séria,logo depois de colocar sua amada deitada na cama onde sua irmã de sangue, mandou que ele colocasse.
_Desde que salvou ela da primeira vez...Agora diz,como foi que ela ficou assim?
Elize responde com uma expressão indiferente,pois sempre soube dos sentimentos dele pela jovem e pergunta com uma expressão confusa,ainda curiosa.
_Bem eu e ela quase dormimos juntos,só que quando quase aconteceu ela começou a se relutar,eu fiquei um tanto chateado e a provoquei,ela ficou furiosa e usou seu poder contra mim,ai eu fiquei um pouco assustado e escorreguei em direção as escadas do prédio onde ela mora,ai acho que ela não queria ser presa e tentou me salvar só que não funcionar voar em minha direção,então ela vôo rapidamente para minha frente e se jogou em cima dos cacos de vidros para me salvar,aí ela não resistiu...
Dave explica com uma expressão triste,enquanto encosta a costa da sua mão no rosto da jovem,olhando para ela bastante preocupado.
_Se ela morreu para te salvar é porquê tem sentimentos por você,e não porquê tem medo da policia!
Elize responde com uma expressão séria,enquanto está no balcão da cozinha preparando um tipo de liquido,de cor roxa,por causa das violetas que ela está usando,misturadas com outras substâncias estranhas.
_Então...se ela me ama tanto porquê não dormiu comigo?
Dave diz com uma expressão vazia,com um olhar distante e pergunta com uma expressão de raiva,olhando para sua irmã
com um olhar cheio de mágoa.
_Dave,Dave,Dave,sempre tão cheio de si que esquece dos outros,nem todas as meninas vão querer dormir com você,algumas por mais que amem não se sentem preparadas para tal ato,eu mesma demorei para dormir com o Nith...
E você sabe que eu faria o mesmo que a sua amada,daria a minha vida por ele!
Elize repete o nome do seu irmão,com uma expressão alegre olhando para baixo,e explica a situação para ele,com uma expressão séria.
_VOCÊ JÁ DORMIU COM O NITH?
Dave pergunta com os olhos arregalados com uma expressão surpresa,com um tom de voz forte e alto.
_Ah Dave,não é hora para sentir ciúmes de mim com o meu namorado,qual é...
Elize responde com uma expressão indiferente,olhando para o seu irmão com um olhar um pouco chateado.
_Eu não estou com ciúmes de você,com o seu namorado,sua anta,é que até ele conseguiu dormir com a mulher que ama,e isso me chateia...
Dave diz com uma expressão indiferente,se sentindo o menos homem do mundo.
_Ah ta,Calma Dave,ele demorou para conseguir,mas quem não se apressa tudo alcança...Essa não!
Elize diz com uma expressão alegre,enquanto continua fazendo uma poção para que a jovem volte a vida é quando ela percebe que uma das substâncias acabou.
_O que foi?
Dave pergunta com uma expressão preocupada,com medo de que algo tenha dado errado e que a sua amada nunca mais consiga voltar a vida.
_Os cravos pretos e as folhas brancas acabaram...
Elize diz,com uma expressão de pânico,enquanto segura no balcão com as duas mãos tentando não desmaiar.
_E qual o problema,compra mais oras!
Dave diz,com uma expressão indiferente,sentindo muita raiva da preocupação boba da sua irmã.
_Isso não se compra Dave,só existe uma árvore no mundo e ela está plantada em Holde...
Elize diz com uma expressão triste,enquanto olha no fundo dos olhos de Dave,sentindo que fracassou com ele e a sua futura cunhada.
_O reino de Fargus...
Dave diz,com a cabeça abaixada,com uma das suas mãos encostada na parede para que ele não vá para o chão,pois no momento em que a ficha caiu,ele começou a se sentir muito fraco e sem energias.
_Se quiser salvar-la,leve-a para o reino de Holde,e deixe que o rei a cure...
Elize diz com uma expressão realmente triste,tentando ajudar seu irmão a salvar mais uma vez a vida da mulher que ele tanto ama.
_...Se é pela vida dela,realmente não tenho outra escolha...
Dave diz,após um longo minuto de silêncio e anda até o quarto,onde corpo da sua querida jovem está em repouso,é quando ele sente-se fraco,e a pega nos braços,seus pés se movimentam e ele vai até a porta,ainda de cabeça baixa.
_Vou com vocês...
Elize diz,com uma expressão triste e sai andando em direção ao seu irmão,seus passos se apressam e ela fica parada ao lado do seu irmão querido,seu braço se ergue,sua mão está transformada em um punho,seu dedo indicador se ergue e a porta se abre,ela e o homem apaixonado,passam pela porta e começam a andar,se tornando figuras cada vez mais distantes,o vento forte passa pela floresta e a porta se fecha bruscamente.




Capitulo 10-Entrada  
No ultimo capitulo...Desesperado com o fato da sua amada está morta,Dave resolveu procurar ajuda com Elize,a sua irmã mais nova e de sangue,que trabalha com plantas biogenéticas,que conhece desde as plantas tocadas pelas mãos de um humano ás plantas místicas e que poderia ajudar o pobre homem a salvar sua amada do sono eterno da morte,mas para o azar dele,ela não conseguiu fazer um soro místico,pois em seu laboratório faltava alguns ingredientes,ingredientes que só poderiam ser encontrados no reino onde Fargus é rei,sem ter outra opção menos terrível,o jovem e Elize foram ao reino do vilão para lhe implorar ajuda e salvar Angela.
Algumas horas depois de sair da floresta,Dave e Elize continuam a caminhar tentando encontrar a vila Holde para que possam encontrar o rei e ganhar uma terrível luta contra a poderosa e assustadora morte,eles caminham,caminham,caminham e finalmente encontram uma pequena vila abandonada,que está dominada por uma densa névoa,onde encontraram a entrada mágica para o reino do terrível e vaidoso Fargus,Elize anda na frente e vê que os portões da vila estão protegidos com um enorme cadeado,ela fica com uma expressão séria e depois anda um pouco mais para frente,dando um giro seguido de um chute sob o cadeado,Dave fica com uma expressão de surpresa,com os olhos arregalados,enquanto continua a segurar a sua amada em seus braços,os portões se abrem e a jovem cientista fica parada com a mão aberta apontada para trás,mostrando ao seu irmão que ainda não é seguro entrar na vila,que se parece com aquelas cidades pequenas e pobres dos tempos mais antigos do México.
os passos da jovem se tornam leves e um pouco silenciosos,para que consiga perceber a presença de qualquer pessoa que esteja a sua volta,ela está com uma expressão séria,olhando para todos os cantos,enquanto caminha dando leves giros,seus pés param e ela baixa a guarda,com uma expressão animada em seu rosto.
_Podem entrar aqui está...VAZIOOOOOOOOOOOOO!!!!
Elize diz com uma expressão animada,com um sorriso aberto em seu rosto,é quando vem um vento forte e a empurra contra a parede,com tanta intensidade que quando o corpo dela bate na parede,o sangue escorre em sua testa rapidamente.
_ELIZE!
Dave grita com uma expressão surpresa,com a boca um pouco aberta,segurando a sua amada em seus braços,enquanto seus pés estão cravados no chão.
_DAVE FUJA NÃO SÃO HUMANOS SÃO ESPIRÍTOS PERTURBADOS!!!!
Elize grita desesperada com uma expressão de medo,enquanto tenta se levantar do chão,mas o impacto foi tão forte que ela feriu a sua perna,Dave fica com uma expressão de  pânico,enquanto seus pés continuam grudados na terra,como se tivesse cola ali embaixo dos seus pés.
_FUJA!!!!!
Elize grita com uma expressão de raiva,enquanto olha para Dave ainda jogada sob o chão,tentando se levantar,o pobre irmão sai correndo carregando a sua amada em seus braços,com os passos cada vez mais pesados e rápidos,é quando um vento poderoso e veloz passa por ele e o ergue no ar,o jovem fica com uma expressão de raiva pois sabe quem é o dono de tão grandioso poder.
_O que quer perto da entrada do meu reino,insignificante?
Uma voz muito familiar pergunta,Dave fica  com uma expressão de raiva,com os olhos ardendo em chamas de ódio,Fargus surge do fundo das sombras,com a mesma expressão animada de sempre,caminha até a luz e fica parado na frente do jovem olhando para ele,com o braço erguido e a mão aberta,é quando ele percebe que algo está errado.
_O que ouve com ela?
Fargus pergunta com uma expressão séria,se sentindo preocupado com a jovem que destruíra a vida,transformando-a em uma aberração.
_Não lhe diz respeito!
Dave grita no ar,com uma expressão de raiva,olhando para o rei enquanto segura a jovem em seus braços com mais força.
Fargus sorri e dá as costas para o jovem,Dave fica mais calmo,com uma expressão séria e aliviada,mas de surpresa o vilão vira-se e arranca a força a jovem dos braços do rapaz,levitando o corpo dela sob o ar,apenas erguendo o braço e abrindo a mão que estava livre,é quando ele sente que o coração dela não está batendo e que sua alma não está mais dentro daquele corpo,o rei fica com uma expressão séria.
_O que você fez com ela?
Fargus pergunta,fazendo com que o corpo da jovem venha para os seus braços,com uma expressão de fúria.
_NÃO FIZ NADA!
Dave grita com uma expressão de fúria,sentindo raiva em saber que é mais fraco que o vilão,e que não pode lutar para tirar a sua amada dos braços dele.
_VOCÊ A MATOU!
Fargus grita com uma expressão de raiva,com um tom de voz distorcido,olhando para o jovem com ó ódio queimando em seu corpo frio,enquanto segura a jovem em seus braços.
_NÃO MATEI!
Dave grita com uma expressão de raiva,com o olhar obscurecido pelos seus sentimentos,se sentindo culpado pela morte da sua tão amada jovem,enquanto tenta descer do ar e pisar sob o chão.
_PANACA!
Fargus diz e faz um brusco movimento horizontal com o seu braço que controla o jovem sob o ar,com uma expressão de raiva,Dave vai de cara até o chão na horizontal exatamente como o vilão comandou.
_Angela...
Dave diz após alguns minutos,parado sob o chão,ele se levanta dele com o corpo mole,sentindo-se completamente dolorido,com uma expressão de raiva,suas mãos agarram ao chão,como apoio,ele fica  com a posição semelhante a de um animal quadrúpede,cuspindo gotas de sangue com o rosto completamente destruído.
Fargus fica enfurecido e ergue sua mão no ar,num movimento vertical,com uma expressão de antipatia,se sentindo enojado com o ser insignificante que está na sua frente,o corpo do jovem é jogado contra a parede,ele tenta se levantar mais o impacto entre o seu corpo e concreto foi forte demais e ele acaba não conseguindo nem se quer manter seus olhos abertos.
Fargus segura o corpo da jovem,com os dois braços e fica parado com os pés encravados sob o chão,as sombras sobem ao seu corpo e ele fica com uma expressão séria olhando para o nada,as sombras consomem o seu corpo e ele some.
Um vento começa a passar pelo lugar,o tornando bastante frio,na parede de uma casa da vila Sant Mary está Elize desmaiada com um tom de pele bastante fraco,parecendo está doente,no muro da vila,está o corpo do jovem Grehan totalmente machucado parecendo que está apodrecendo sem uma alma dentro de si,é e pela primeira vez em tanto tempo o terrível Fargus finalmente ganhou uma batalha,mas como ele seqüestrou a mulher amada do jovem,a verdadeira e devastadora guerra começa agora.
Pin It
Atualizado em: Sáb 9 Jan 2016
  • Nenhum comentário encontrado

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222