person_outline



search
  • Terror
  • Postado em

Anjo Negro Parte 1

Escrito em junho de 2010 terminada em 2011.

 

Capitulo 1-inicio

 Em uma cidade que se parece uma new york em ruínas, são seis horas da manhã e está chovendo levemente. Não se vê ninguém andando pelas ruas,conversando num bar,trabalhando num escritório,estudando na escola,fazendo compras no shopping,
ou se quer sentados num banco da praça central...Pois todos os moradores da cidade intitulada por D’cithy,estão escondidos dentro dos prédios com medo de serem mortos pelos “monstros” que dominam a capital, daquele país.
 De repente...Começa a ecoar o som do grito de uma menina desesperada,implorando por uma ajuda imediata,mas porque ela ainda grita se ninguém vai se dar ao trabalho de ajudar-la?O desespero mexe com a mente de qualquer ser humano.
 Dentro de uma sala de um antigo escritório,está uma menina com o vestido branco rasgado,o cabelo negro despenteado,a pele clara, pálida como papel e os olhos verdes bastante assustados ,presa numa cadeira por varias cordas enroladas em seu corpo como serpentes,quando matam
as suas vitimas.
_SOCORRO!!!!
 Ela grita exaltada,tentando se livrar das cordas,mas nada do que faça vai adiantar,os psicóticos sabiam muito bem o que estavam fazendo. Ela começa a movimentar seus pés no chão,tentando fazer barulho para que qualquer pessoa que,passe na rua venha ajuda-la. Tola Angela está tão assustada que se esquece de onde realmente mora.

_VADIA!
   Uml rapaz diz com uma expressão de raiva,e sai andando até a sala onde ele mantem a menina de dezeseis anos sob cativeiro.Seus pés se movimentam no piso,como um soldado marchando,e suas mãos empurram a porta, ele entra na sala.

Sob a mesa está uma faca manchada pelo sangue da bela jovem. O tal malfeitor pega o objeto
e vai até a mocinha.

 Os olhos verdes encaram o tal rapaz assustados,implorando para o lado bom dele.
Mal sabem eles que o vilão não tem um lado bom só o cruel e o pior ainda.
 _Por favor deixe-me ir embora não quero ficar aqui....por favor eu te imploro!!!!
 Angela diz com uma expressão de tristeza tentando fazer com que o sequestrador
liberte-a das amarras.
_Realmente é um disperdício ter que matar uma menina como vc sabia?Mas não vou te soltar, você vai ficar aqui até contar onde seu pai escondeu as jóias do meu senhor.....
 O rapaz diz sorridente,encostando a lâmina no pescoço da jovem, e fazendo ela ficar parilizada, 
pois teme deixar seu corpo fisico ali.
_Eu já disse que eu não sei!!!
 Angela grita lagrimando,afinal ela repete a mesma verdade sempre que um deles pergunta,mas os caras não acreditam, e torturam-na.
_Não minta!!!
 O tal deliquente diz,e mete um tapa na pobre garota,causando um impacto

tão forte que ela vira o rosto, e cospe umas gotas de

sangue sob o chão.
_Não estou mentindo...SOCORROOOO!!!!ALGUÉM ME AJUDA!!!! SOCORROOOOO!!!
  Angela diz de cabeça baixa, volta a se desesperar. Gritando com uma voz  distorcida

para que alguém a ouça. Pobre menina se passar mais uns dias presa, vai

enlouquecer.

_CALADA!!!
O rapaz ordena fora de si, preocupado com que alguém realmente a ouça e sinta-se a vontade para tentar salva-la, mas a jovem continua a berrar, tão alto que suas cordas vocais correm o risco de ficarem feridas. O jovem então lhe dá outro tapa, e ela desmaia.
_Finalmente um pouco de paz,qual o problema desta menina?
se ela gritasse mais um pouco eu juro que a mataria!!!

Não vou correr esse risco...
O rapaz diz mais calmo,com uma expressão confusa.É quando tem uma ideia para que ela
 se cale.Ele pega uma corda que estava na mesa,coloca na boca da menina e amarra atrás da sua cabeça,depois coloca um esparadrapo por cima, e por fim amarra um pano na sua cabeça.
_Agora sim,não existe mais perigo algum...
 O rapaz diz sorridente,com o olhar maldoso, enquanto fica parado na frente da sua
presa.
_Eu não diria isto.
 Uma voz diz,num tom tão elevado que o eco se expande por toda sala. Assustado o meliante,vira o rosto para ver quem teve a ousadia de destruir os planos do seu mestre,mas quando o faz, só vê um par de olhos vermelhos muito enfurecidos dentro da sombra no canto da parede, e depois seu corpo cai sob  a lajota, lentamente. Totalmente ensaguentado e cheio de cortes estranhos.
 Alguns minutos depois...Os olhos de Angela começam a abrir-se
devagar,é quando ela percebe que está livre das cordas que a prendiam sob a cadeira.Surpresa ela pensa que conseguiu apelar para o lado bom do bandido,seus pés tocam o piso bruscamente,e ela sente que pisou em algum liquido.Curiosa baixa a sua cabeça para ver o que é,e toma um susto quando descobre que é o sangue do sequestrador.
_Essa não!Algo muito pior do que um grupo de psicóticos está atrás de mim...É melhor eu fugir daqui...
 Angela diz com uma expressão de medo,enquanto olha ao redor da sala. Ansiosa ela sai correndo em direção a porta a que a levará á liberdade,mas quando está prestes a sair,um vento forte faz com que a entrada se feche,e a maçaneta se tranque.
Muito preocupada,Angela se encosta na porta,com medo do que quer que esteja lhe prendendo ali, e assim seus olhos ficam atentos e abertos para qualquer aparição indesejada.
_Não se assuste não precisa fugir de mim...
 Uma voz alta e masculina diz, e o som vibra por toda a sala, como um sussurro forte.

 

 

Capitulo 2-O estranho

 No ultimo capitulo Angela foi seqüestrada por um grupo de psicopatas que torturavam-na toda vez que parecia mentir,e quando a pobre jovem achou que não havia mais saída alguém apareceu e a salvou. Mas quem é esta pessoa?E o que quer com a  garota?
_Não se assuste não precisa fugir demim....
 uma voz alta e masculina ecoa na sala. Um som que parece bastante familiar para a jovem,que 
parece se acalmar.
_Dave...o que você quer?
Angela pergunta com a raiva queimando dentro dos seus olhos,em uma expressão de antipatia.
_Não quero nada,é só que eu descobri que Fargus está atrás de você para que se junte ao exercito dele,e eu sei o quanto ele pode ser cruel.... Acredite Eu sei.
A voz responde e de dentro das sombras,sai um belo rapaz de pele clara,olhos azuis e cabelos longos e negros,vestido com um casaco de couro,uma blusa de manga,um par de calças pretas e um par de sapatos clássicos, completamente de luto.
_Não quero a sua ajuda...
Angela responde num tom de voz alto,com uma expressão indiferente se relutando
a ser ajudada pelo belo rapaz.
_Nossa você falou tão friamente que nem parece que implorou pela minha ajuda...
 Dave responde,com uma expressão irônica em um tom de voz zombador,tentando ver qual é a reação de Angela.
_Não entendo agora porque veio até mim,já que sempre some depois de me ajudar...
Angela diz com uma expressão de raiva e indiferença, e os braços cruzados olhando para o jovem com os olhos meio fechados.
_Angela são seres imortais e poderosos...Mesmo que não queira a minha ajuda vai necessitar dela depois...acredite em mim...Me ouça uma vez na vida.
Dave diz depois de baixar sua cabeça dando um sorriso fechado,com uma expressão séria e preocupada,mas por quê ele está tão preocupado com a jovem?Se ela morrer a vida é dela
e quem deveria se importar com isso, era ela não ?Quanto mistério.
_Não!Dave nós sabemos muito bem que estes “seres” não existem.
Angela diz com uma expressão de raiva,e o tom de voz bastante arrogante.
_Existem sim e você sabe,não foi a primeira vez que um sequestro deste ocorreu...
É muita coincidência.
Dave diz com uma expressão de raiva,em um tom de voz controlado para manter-se calmo.
_Por quê você me trata como se me conhecesse?Eu só sei do seu nome porquê foi a única coisa que você me contou antes de sumir.
Angela pergunta curiosa e confusa,pois quer muito entender porque o belo jovem
lhe salva tantas vezes.
_Infelizmente não posso responder a esta pergunta.
Dave diz com uma expressão séria,olhando para o chão.
_Você é muito esquisito!deixa eu ir embora daqui...
Angela diz com raiva,em uma expressão de antipatia,e sai andando na direção a porta
da saída. Mas nesse momento...Dave fica parado mantendo a porta trancada de proposíto.
_Você não pode sair daqui...Cansei de me disfarçar de Dave Grehan!!!!
O tal jovem diz com uma expressão obscura,abrindo sorriso macabro no seu rosto palido.
_Se você não é o Dave,então quem você é?
Angela pergunta com uma expressão de pânico em seu rosto claro.
_Sou Fargus...E realmente quero você junto do meu exercito que vai lutar contra “As luzes”...
O homem intitulado por Fargus responde sorridente,mostrando sua verdadeira face. Ele tem olhos vermelhos sangue,pele branca tão pálida que parece um morto, e cabelos pretos e bastante longos.Não é muito bonito pois enquanto lutava duramente contra as luzes,a lâmina do bem fez um corte horroroso em seu rosto, bem perto do seu olho esquerdo em linha reta, começando debaixo da sobrancelha até abaixo do seus cilíos, e ele só não perdeu a visão, porquê sabia como se defender,mas ainda sim tem seu charme. Tem a aparência de uns vinte anos ,e
usa vestes identicas á de um cavaleiro das trevas.
_Não...Não vou lutar pelas Trevas e nem pelas Luzes!!!!
Angela responde depois de um longo momento de silêncio,com uma expressão séria e chateada.
_Vamos ver...vou te dar mas uma chance apenas...Lute em meu exercito...
Fargus diz disfarçando seu humor,com uma expressão calma e um sorriso estendo sua mão para a bela.
_Já falei que não farei parte de nenhum exercito...
Angela responde com uma expressão séria,mostrando que não vai mudar a sua opinião por nada.
_Resposta errada!É A ULTIMA VEZ FAÇA PARTE DO MEU EXERCITO!!!
Fargus responde com uma expressão de raiva, e um tom destorcido como se fosse um rugido
_JÁ DISSE QUE NÃO!!!
Angela grita com uma expressão de raiva,com um tom distorcido como o de Fargus,
para se igualar ao mesmo.
_Então gosta de gritar?E não gosta nem das trevas e nem da luz. Não é ?
Vai entrar no meu exército a força!Conheça o seu pior castigo agora!!!”DemosVul”!
Fargus pergunta retoricamente,com uma expressão animada e cruel,numa voz calma,
ele estende as mão abertas, e joga uma especie de feitiço em Angela.
_AAAAAAAAAAHHHHHHHHHH!!!
Angela grita vendo um raio negro misturado com roxo entrar em seu peito,
fazendo com saia rios vermelhos dele,enquanto ela está levitando no ar

involuntariamente.
_Eu te dei três chances e você não quis!Agora arque com as conseqüências!!!hahahahaha
Fargus grita,com uma expressão alegre, pois acaba de mostrar quem manda
para mais uma pessoa que ousou lhe dizer não.
_SOCORROOOOOOOOO!!!!

A moça urra em choque.

 

 

Capitulo 3-Consequência
No ultimo capitulo...Angela foi salva por um jovem muito bonito que dizia ser Dave Grahan, e viera para ajudar-la a lutar contra os cavaleiros de Fargus. Só que em um momento de fúria e perda de controle o tal rapaz decidiu mostrar a sua verdadeira forma, e ele era ninguém mais que o próprio vilão, querendo que a jovem se juntasse ao seu exercito contra “As Luzes”,mas ela se negou e
ele resolveu castigar-la...
_ SOCORROOOOOOOOO!!!!
Angela grita enquanto o raio negro e violeta,começa a se espalhar no seu sistema humano,transformando seu esqueleto branco em negro. Logo depois de terminar a mutação do seu corpo. Surge uma esfera negra á sua volta,por fora a bolha é só um “cubo negro” bastante escuro,por dentro dela surge uma espécie de gosmas de cor roxa, que começam a se movimentar,e se prendem nos braços de Angela como se fossem algemas poderosas,acontecendo o mesmo em suas pernas, e quando ela já está presa,uma linha gosmenta,que a aglomerar-se,passando por cima do
pescoço da jovem,sufocando-a, ao ponto de começar a cuspir sangue.
_AAAAA!!!AAA!!!AAA!!!
Angela grita como um urso rugindo,enquanto a gosma a sufoca,dessa gosma que estava em seu pescoço,sai outra e entra pela boca para dentro do seu sistema...Quando a gosma chega ao coração,ela se gruda nele e o faz parar, é quando a jovem para de gritar, e no mesmo instante a esfera negra se desfaz. Ela cai lentamente no ar,e o monstro Fargus a pega em seus braços.
_Só você foi a culpada querida,poderia ter evitado...
Fargus diz com uma expressão alegre,enquanto toca a maçã da bochecha da jovem com a costa das mãos. Quando ele vê que a maldição foi concluída em sua boca surge um sorriso,ele aproxima seu rosto ao da jovem, e sua boca encosta os labios costurados dela.Ela desperta.
_HUM!!!!
Angela tenta gritar mas não consegue pois seus lábios estão grudados um no outro através de uma linha mágica preta,ela olha para o monstro com uma expressão de ódio,e começa a forçar sua boca a se abrir.A linha começa a se soltar e nos labios da dama escorre sangue,e quando ela resolve mover a boca a linha volta a costurar-se sozinha de maneira dolorosa.
_Não Angela,evite falar minha querida...                                       
Fargus diz sorridente,enquanto segura a adolescente em seus braços,tocando no centro
dos  lábios costurados dela, com o menor dedo, e roubando-lhe um beijo logo em
seguida.
Enquanto o monstro a beija Angela começa a tentar se soltar dos braços dele,o socando com toda sua força,mas ele segura os braços dela e continua a limpar o sangue que manchava seus lábios.Angela fica com uma expressão de medo,e começa a lagrimar,as lagrimas frias dela escorrem em seu rosto e caem sob o chão.
_Bem chega de prazeres...Até breve...
Fargus diz com uma expressão cínica de alegria após beijar a jovem que acabara de amaldiçoar.Angela olha para ele com raiva mostrando que vai matá-lo,e nesse momento
surge uma espécie de sombra negra á sua volta desparecendo com o malvado
mentiroso.

Após Fargus sumir,Angela se ajoelha no chão com os olhos sujos de lágrimas. É quando ela vê numa poça d’agua,que não só seus lábios foram costurados como também ela perdeu sua beleza, e virou uma aberração.
Seus olhos estão azuis com vermelho sangue contornado envolta na irís,em suas costas há um par de asas negras como de um corvo,e suas unhas viraram garras enormes e pretas.
De manhã...Os ventos de D’Cithy estão muito velozes e fortes,e ás arvores dançam em sincronia com eles. A janela de um prédio começa a se movimentar e começar a abrir-se e fecha-se,dentro do apartamento está tudo desarrumado,em cima da mesa tem um gato preto um tanto assustado,ele sai de cima do móvel e fica andando pelo apartamento,é quando ele vê a porta do único quarto aberta,ele resolve ir até aquele lugar em que o clima é de enterro de um ente querido.
O gatinho entra no quarto,e começa a se sentir triste quando vê Angela desmaiada na cama,toda ensangüentada,cheia de penas negras,jogadas em seu lençol.Como não sabe o que fazer,ele pula na cama,fica ao lado da sua dona e começa a lamber o seu rosto.
_Lua negra...para!
Angela diz enquanto tira o seu gato de cima dela,ela abre os olhos e fica olhando triste para o gato.
_Lua você tem uma vida perfeita não é?beber,comer e dormi é só o que tem que fazer...sortudo e eu?To ferrada destinada a caminhar como um monstro...mas como você pode entender é só um felino,hahahaha
Angela diz enquanto segura o gato perto do seu rosto sorrindo,é quando o gato faz algo muito estranho,ele começa a lamber os lábios da dama,assustada ela o larga no chão.
_LUA NEGRA!SEU GATO TARADO!!!
Angela diz,com uma expressão de medo e surpresa e sai correndo para longe do felino,este olha para a sua dona
com um olhar triste,pois Lua negra não é apenas um gatinho normal,seu nome pra começar é Lande Mooward,ele tem 18 anos e é um homem muito bonito,e que como Angela Whitestone foi amaldiçoado por um monstro,que se disfarçava de sua namorada e se intitulava Hole Niet,este jovem sem sorte,é louco de amores por sua até então dona, mas como da sua boca só saem miados ele jamais poderá dizer para ela o que ele realmente sente, e ela só vai pensar que ele é uma espécie de gato mal criado que adora um “rabo de saia”.
Lua negra se deita na cama,totalmente triste,pois todas as suas tentativas de dizer que ama Angela sempre falham,e isto é causado pela sua maldição “Preso em um corpo de um felino ou qualquer outro animal,não pode conhecer o amor,se o fizerjamais será retribuído pois não pode expressar nunca o que
consegue sentir por uma pessoa”.

 

 

Capitulo 4-Desespero
No ultimo capitulo...Fargus resolveu ir atrás de Angela para que ela se juntasse ao seu exercito pois as habilidades seriam de grande ajuda para destruir o exercito das “Luzes”,mas a jovem se negou e o monstro a castigou a perder sua beleza toda vez que o relógio anunciar que são meia-noite,triste ela ficou sem chão,quando voltou para casa conversou com o seu animal de estimação que na verdade é um humano amaldiçoado,que agiu de maneira estranha e a “beijou nos lábios”,assustada ela o chamou de tarado e saiu correndo para longe dele...                                                                                                          Angela volta para o quarto assustada é quando ela vê Lua negra deitado em sua cama,como ela quer sua cama de volta e esta com receio de chegar perto do animal,ela pega a sua sandália
e a joga no pobre animal.
A sandália toca bruscamente a pele do animal,ele desperta com a dor aguda que sente na sua costela,e sai correndo assustado de cima da cama,quando ele passa pela sua dona ela fica encostada na parede na ponta dos dedos apenas para que o gato não toque
nela.
Lua negra olha para a sua dona chateado com o fato dela não perceber que ele é humano e não um gato normal como os outros,e também pelo fato dela pensar que ele é só um gato tarado,ele olha no fundo dos olhos dela tentando fazer-la entender ele de alguma forma,mas ela olha para ele assustada e enojada,o felino se irrita e sai andando.
_Gato tarado!!!
Angela grita assustada,entra no quarto e fecha a porta na chave e nos trincos,ela se deita de costas na cama e começa a pensar na sua situação atual...ela também é “esquisita” como o seu gato e ele não tem culpa de gostar de lamber a boca de uma humana,afinal ele é irracional...não sabia realmente o que estava fazendo.
É quando ela se levanta da cama com uma expressão séria e triste ,e fica olhando para o chão com a cabeça abaixada não sabendo o porquê de se sentir mal por ter julgado o pobre animal.
_Nossa...sou tão carente que me sinto mal até por ferir “os sentimentos” de um animal,pow eu to pior do que eu achava estar!
Angela diz com uma expressão animada,sendo irônica como sempre,ela se levanta da cama e sai do quarto.
Na cozinha,Lua negra está dormindo deitado no balcão e esta tendo um sonho que considera impossível de se realizar...
“Numa praça abandonada e toda destruída estão uma jovem de cabelos negros,pele clara e olhos verdes,vestida com um vestido preto com alguns detalhes vermelhos,que é bastante bonita,e um jovem de cabelos curtos e negros,porém um pouco longos na franja,de pele clara,e olhos cor de mel,vestido com um casaco preto de mangas longas,uma blusa branca,calça preta também
e sapatos pretos”
Eles estão sentados de frente,sorrindo,olhando no fundo dos olhos um do outro,enquanto suas mãos estão entrelaçadas como um laço perfeito e as suas bocas estão quase se tocando”
_Angela desde que te vi...eu juro que a minha vida voltou a ter sentido,pois desde que me transformaram em gato não via mas porquê passar o tempo vivendo....
Lande diz,solta as mãos da sua amada e segura no queixo dela com uma das mãos,com a outra ele segura na cintura dela.E quando eles estão quase para finalmente se beijarem,uma voz começa a interromper o clima.
_Vamos acorde eu quero me desculpar...deixa de ser tão chato acorda, Lua negra...
Angela diz,enquanto cutuca o gato no estomago,ele acorda chateado pois ela não merece que ele a perdoe,na sua opinião,
“o que quer me bater mais um pouco?”Lua negra pergunta com o seu olhar de raiva.
_Me desculpe por te bater...mas é que eu nunca vi um gato que lambe os lábios da sua dona...é muito...estranho,entenda...
Angela diz,enquanto olha no fundo dos olhos do felino,com uma expressão de tristeza,ele se levanta e olha para ela totalmente triste,tentando mostrar que ama ela,é quando ele tem uma idéia,
ele pega um DVD de um filme antigo,em que um homem se transforma em corvo e a mulher em lobo,por isso não podem ficar juntos,só quando não houver o dia e a noite,só quando a noite e o dia se misturarem formando um eclipse...bem o caso de Lande é parecido,pois ele só vai virar humano quando um eclipse se formar.Lua negra pega o DVD e o entrega para sua dona,Angela pega o DVD confusa,o coloca e o assiste quando chega ao romance do filme,o felino começa a miar.
_O que?está dizendo?
Angela pergunta para o gato enquanto para o filme,sem entender porque o seu felino fez tal algazarra pelo casal,afinal ela pensa que o gato é apenas um gato.
Lua negra começa a ficar desesperado,e começa a miar dizendo que a ama,mas Angela não consegue entender uma só palavra do que ele mia.
_Lua negra,você está dizendo que...
Angela diz olhando para o gato assustada,com uma expressão de surpresa,parecendo entender a situação do gato,este começa a olhar para ela totalmente animado.
_Você é afim de uma raposa?
Angela diz depois de um minuto de silencio profundo,com uma expressão de pânico em seu rosto claro.
Lua negra cai pra trás,depois se vira e começa a miar fazendo um berreiro,enquanto bate suas patas no chão.
_Calma Lua,eu entendo que você goste de uma raposa afinal até me beijar,você já fez...
Angela diz sorrindo,com uma expressão de pena do pobre animal,é quando suas mãos pegam o gato e o carrega,se aproveitando da situação o gatinho fica com a cabeça dele encostada no peito da sua dona,e começa a balançar pra cima e pra baixo todo sorridente.
_Você continua sendo um gatinho muito tarado!!!
Angela diz,com uma expressão indiferente,percebendo as intenções do gato,este levanta sua cabeça e olha para ela,com um olhar de faminto,deixando ela toda encantada pelo gatinho,Lua negra acaba de encontrar uma ferramenta importante para que Angela não bata mais nele,ela o abraça e encosta sua cabeça na dele,ele se sente amado,e sua lingua encosta na bochecha da jovem.
_Ai também te amo gato louco...hahahahaha
Angela diz enquanto faz carinho na cabeça do gatinho,quando ele ouve que Angela o ama, ele começa a sentir-se nas nuvens.

 

 

 

 

 

Capitulo 5-Débito
É de noite em D’Cithy,e todos os habitantes noturnos estão andando nas ruas da cidade que é dominada pelas trevas,vestidos com túnicas negras escondendo seus rostos assustadores,os bares estão lotados,os shoppings também,as praças etc...bem todos os lugares de lazer,pois estes “habitantes noturnos”são imortais que vieram do “Reino das trevas” e não querem saber de nenhum trabalho a não ser executar as ordens lhe estabelecidas.
Desde que virou uma aberração,Angela também passou a ser uma habitante noturna,ela está caminhando na rua com uma túnica preta junto dos outros habitantes...seus olhos avistam um lugar para ela ir,seus pés se movimentam e ela vai em direção ao bar,com uma expressão de raiva,sua mão gira a maçaneta,a porta se abre....lá dentro está lotado de pessoas vestidas de preto,
que estão se embebedando de vinho e entre outras bebidas,enquanto ouvem o “som do demônio”,Angela se senta no banco e fica com os braços no balcão.
_Uma dose de vinho tinto...por favor...
Angela diz com uma expressão indiferente,com a mão dela em cima da mesa,nesse momento...Um jovem olha para ela e parece conhece-la.
_Olá,você é Angela Whitestone?
O jovem pergunta sorrindo,e tira o seu capuz,mostrando o seu rosto claro e belo,os olhos vermelhos sangue e seu cabelo louro.
_Sim...e quem é a sua pessoa?
Angela responde,e vira o rosto dela,seus olhos ficam confusos e ela pergunta quem é a pessoa ao seu lado.
_Sou apenas um mensageiro que te procurava em nome de Fargus...
O jovem diz sorridente,é quando Angela toma o seu vinho num só gole e quebra o copo,ela o aponta para o jovem com uma expressão de ódio.
_O que você quer!?
Angela pergunta com um olhar obscuro e enfurecido,com o vidro quase tocando a garganta do pobre garoto,todos os seres param de beber e olham para a jovem,com uma expressão de raiva,pois estes estão do lado de Fargus.
_Vai tentar me matar???hahahaha sou um mensageiro de Fargus,esqueceu-se de quem ele  é?Angela,Angela,Angela...Não seja tão patética...Escute bem o que eu direi,Dave Grehan corre perigo e se não me seguir,ele morrerá,e você não vai querer que ele morra ,ele salvou sua vida....e você não pode deixá-lo morrer ou então ficará em débito com ele eternamente....
O jovem diz sorridente,com uma expressão animada e começa a gargalhar ironicamente,depois de repetir o nome da jovem ele fica serio e começa a ameaçar.
_Vamos logo...
Angela diz com uma expressão de raiva,o mensageiro sorri,e sai andando para a saída do bar,a jovem vai logo atrás dele,todos os imortais voltam ao estado em que se encontravam no inicio,a garota e o jovem ultrapassam a porta...fora do bar,tem uma carruagem negra toda detalhada em rosas,com dois cavalos negros fortes e rorbustos para puxa-la,a jovem olha para a carruagem surpresa.
_Entre senhorita Whitestone....
O mensageiro diz com uma expressão animada,e abre a porta daquela carruagem bela,os pés da garota se movem e ela entra na carruagem,o mensageiro entra logo depois dela.
_Senhorita Whitestone...é preciso que eu coloque uma venda em seu rosto para que não veja por qual caminho vamos percorrer, afinal a senhorita odeia Fargus e tentaria destruir-lo...
O mensageiro diz com uma expressão séria,e coloca a venda no rosto da jovem,Angela começa a não ver nada e fica um pouco desesperada.
_Acalme-se...Não vou me aproveitar de você,você não é tão bonita assim...
O jovem diz com uma expressão de alegria,e se afasta da jovem ficando sentado na frente dela,Angela continua assustada e morde voluntariamente o seu lábio inferior.
O jovem sorri,e estala os seus dedos para que o homem,faça com que os cavalos comecem a andar pelo caminho de sempre,o homem entende o sinal e os cavalos começam a correr...algumas horas depois...a carruagem finalmente chega aos enormes portões do reino onde o vilão Fargus mora atualmente,as rodas e os cavalos param,o jovem mensageiro tira a venda do rosto de Angela,ele sai e abre a porta para a jovem,ela desce da carruagem,e seus olhos ficam grandes e surpresos quando vêem os portões enormes e negros sendo abertos,o mensageiro segura a sua mão e a tira de perto da carruagem,esta some numa vasta neblina como se fosse um fantasma.
_Por aqui senhorita Whitestone...
O rapaz diz apontando suas mãos para os portões daquele reino,logo acima dos portões tem um simbolo de uma estrela negra com alguns círculos envolta,com o nome “Holde”escrito no meio da estrela,que é o nome do lugar.
_Que lugar é este?
Angela pergunta com uma expressão desconfiada,enquanto mantêm seus braços cruzados e permanece parada.
_Na hora certa vai entender...a única coisa que posso dizer é que é aqui que encontrará Dave Grehan...
O mensageiro diz com uma expressão animada,e sai andando para dentro daquele lugar estranho,os olhos de Angela ficam cada vez mais confusos e ela sai andando atrás do mensageiro,ao entrarem naquela vila,os enormes portões negros se fecham.
 Angela olha para trás assustada,pois tem medo de nunca mais sair daquele lugar,o mensageiro some em uma neblina como se ele fosse um fantasma.
_Hã?
Angela pergunta cada vez mais confusa,por quê o mensageiro a abandonou naquele reino antigo que lembrava muito a idade média?nesse momento...os ventos se tornam velozes e atrás da jovem surge um ser muito esquisito e deformado,ao ver aquele ser com uma máscara de cabeça de porco ela fica mais assustada do que já estava,este ser ,aplica nela uma espécie de soro com uma injeção que estava em suas mãos,e a pobre garota desmaia.
 Muitas horas desconhecidas depois...os olhos da jovem começam a abrir-se lentamente,é quando ela começa tentar se perguntar onde está,mas sua boca está grudada uma na outra através de uma linha preta mágica,em suas costas estão de novo as enormes asas de corvo,seus olhos estão azuis contornados de vermelhos sangue  e suas unhas estão transformadas em garras negras outra vez,ela olha para os lados confusa e percebe que está presa dentro de uma masmorra,desesperada ela corre pelo lugar tentando encontrar um ponto cego para escapar,é quando seus olhos avistam uma fotografia no chão,ela pega a fotografia,e a olha reconhecendo o jovem que aparece na foto.
_E é por causa dele que você ficou presa em minha armadilha não é minha querida?
Uma voz ecoa dentro da masmorra,uma voz que causa ódio e nojo em Angela,é quando ela se vira rapidamente para encarar o ser que a perturba,Fargus sorri e mostra para a jovem a chave da porta da sua prisão.
_O que foi?não pode me responder?...isto é ótimo...
Fargus sorri deixando seu olhar cada vez mais escuro,e sua expressão cada vez mais cínica.
Angela olha séria para o terrível monstro,com um olhar em que se vê o ódio queimar,e com as suas mãos transformadas em punhos.
_Você quer esta chave não?...eu sei que quer...mas você tem duas escolhas e apenas uma pode ser executada,pegue a chave da sua porta e vá embora,ou pegue o machado e salve o tal Dave...o que você escolhe,a primeira ou a segunda?
Fargus diz,e Angela olha para ele com raiva,é quando ele continua com um sorriso de alegria demonstrando que ele sabe que ela fará a escolha errada.
Angela faz o sinal de dois em seus dedos,mostrando que quer salvar o estranho Dave,seus lábios começam a se forçar a sorrirem é quando o sangue começa a escorrer pela boca da jovem.
_Muito bem...eu sabia que escolheria salvar a vida de Dave Grehan,então pegue o machado...
Fargus diz e faz surgir um machado dentro da prisão onde Angela está,suas mãos pegam o machado que estava no chão,seus pés andam rapidamente em direção a porta,eles param e a jovem usa o machado para sair daquele lugar sujo,ela sai da prisão e começa a andar arrastando o machado pelo chão,com o intuito de fazer com que ele fique mais afiado,com um olhar obscurecido pelo seu ódio.
_Angela,Angela,Angela...procure por ele dentro deste castelo...até o amanhecer,se não o encontrar ficará presa aqui caso o contrário,os dois serão libertados...
Fargus diz logo depois de aparecer atrás da garota,com uma expressão animada,pois ele sabe que a jovem jamais conseguirá encontrar o garoto,pois o castelo tem diversas entradas secretas.
O rosto de Angela vira para o monstro,com uma expressão de raiva e suas mãos jogam nele o machado,mas quando o machado está quase perfurando o tal imortal,ele some numa estranha fumaça negra.
os pés da jovem saem do chão,suas asas começam a movimentar-se e ela voa até o seu machado,suas mãos o pegam e ela sai voando tentando pensar onde o seu conhecido anônimo pode estar.


Pin It
Atualizado em: Qua 7 Jan 2015
  • Nenhum comentário encontrado

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222