person_outline



search

Yume Nagashi - capitulo 02

Yume acorda, se arruma para ir à sua nova escola, ao ir para cozinha sua madrinha já tinha montado o café da manha, inclusive o lanche para ela levar para escola. Yume fica sem graça, mas coloca o lanche na mochila. Kanna informa que devido à correria, ela só conseguiu colocar ela numa escola publica, mas que ano que vem colocará numa escola particular. Ao ouvir em estudar numa escola publica, começa a pensar no pior, tantos nos estudos como infra estrutura. Kanna informa que levará Yume até a escola, à mesma fica sem jeito e tenta desconversa, mas sua madrinha insiste, pois a mesma ainda não sabe andar na cidade.  Na porta da escola, Kanna a abraça e fala um monte de coisas fofas, fazendo Yume ficar constrangida na frente de outros alunos, inclusive vê alguns rindo da situação. Yume sai do abraço e fala que não precisa disso, entra na escola sem olhar para trás. Kanna fica sem entender a atitude dela, e volta pra casa. Chegando em casa, ela vê que Yume não guardou suas coisas, então decide guardar para ajudá-la, nisso encontra alguns álbuns de fotos, algumas dela com amigos, somente dela e com os pais também, ela pega a foto do seu irmão Shinobu, e fica lembrando de como eles eram próximos, unha e carne, era o irmão que ela mais se dava bem, sempre focado em estudos, trabalho e sucesso financeiro e a inspirava em ser igual, mas depois que ela começou a namorar o Hakkai e o mesmo teve que voltar pro Brasil por causa dos pais doentes, mesmo sem aprovação da família, apenas do seu irmão Shinobu, foi pro Brasil e nunca mais voltou ao Japão. Na escola, Yume pede orientação à inspetora sobre qual é a sua sala, a mesma acompanha até a sala. Ao entrar na sala, da uma olhada na turma e não vai com a cara de ninguém, ela decide sentar perto da janela. Um rapaz sentado na cadeira atrás dela, se apresenta como Jose e do lado Kauan, fazem um monte de perguntas, sem paciência, os corta dizendo que quer prestar atenção na sala. A professora tenta dar aula, mas os alunos não ajudam, pois alem de falarem demais são arteiros. Yume percebe que será difícil de estudar. No intervalo, ela senta em cima da toalhinha na escada, na qual é zuada por alguns alunos que passam por ali, Yume se sente desconfortada, pois estava acostumada com seus amigos do Japão Sae, Naru, Yukina e o Shinji. Agora ela não tem ninguém para conversar e se distrair.  De volta para sala, entra à professora de matemática, Naomi, dizendo que hoje terá uma prova referente à matéria dada durante a semana, Yume se apresenta dizendo que é nova na sala e não sabe da matéria. Professora informa que ela tem uma aula para aprender, que a prova será dada com ou sem estudo, e desejou boa sorte para ela. Yume fica frustrada na cadeira, ao mesmo tempo desesperada, pois só tem uma aula para aprender. Ela se concentra na aula. Terminando a primeira aula que foi revisão, logo em seguida começa a prova. Yume consegue fazer todas as questões, mas não sabe se foi bem, entregando a prova com cara emburrada para a professora. Após termino da aula, descendo a escada, Jose e Kauan perguntam onde ela passou o intervalo, pois os mesmos estavam brincando de pega pega que queriam chamá-la para brincar, ela acha engraçado deles brincarem disso, e pergunta se não tem nenhum problema com os outros alunos, os mesmos disseram que não. No porta da escola está Kanna, que faz uma festa ao ver Yume, fazendo-a passar vergonha entre os alunos. Kanna está em horário de almoço, ela pede pressa da Yume para chegar em casa. Chegando em casa, Kanna coloca o almoço na mesa, servindo Yume primeiro, ela puxa assunto perguntando da aula, professores e matéria. Yume não se sente a vontade desconversando falando da comida. Kanna sai correndo para voltar ao serviço, acaba trancando Yume dentro do apartamento. Yume termina de comer, e vai lavar a louça, mas acaba esbarrando num copo que derruba outros dois que estavam secando, que caem no chão e se quebram. Ela tenta juntar as peças, mas acaba se cortando com alguns vidros. Faz um pequeno curativo, pois o corte foi pequeno, ela coloca tudo num saco com cuidado. Frustrada e irritada com tudo que aconteceu, ela vai para o seu quarto e vê que todas as suas malas foram esvaziadas e que as roupas estão dentro do armário e cômoda, e as que não couberam ficou em cima da escrivaninha. Ela vê que está tudo bem organizado, inclusive na escrivaninha tem dois porta retrato, um dela com os pais e toda família no ultimo natal, e a outra é com seus amigos no seu ultimo aniversario. Ela fica sentada na cadeira da escrivaninha admirando as fotos, lembrando um pouco da sua vida no Japão. Vendo que sua madrinha fez tudo com maior boa vontade e carinho, ela decide fazer um bolo de chocolate, apesar de não ter um celular, ela tenta lembrar dos ingredientes. Sem perceber acaba fazendo a maior bagunça, sujeira na mesa, pia e chão.  Hakkai chega e vê a bagunça, chamando atenção da Yume sobre a sujeira. Yume informa que vai limpar, assim que terminar de enfeitar o bolo. Hakkai fala que é agora, pois ele quer tomar o café dele na mesa limpa, nisso gera uma leve discussão entre eles. Yume para de enfeitar e limpa a mesa, pia e chão.  Decidi terminar de enfeitar, depois dele tomar o café, pois não quer ficar no mesmo ambiente. No quarto, ela fica jogada na cama ouvindo musica no seu walkman, fica lembrando a época da escola. Hakkai está tomando seu café, ao levar sua xícara a pia, vê um caco de vidro pequeno no chão. Ele pega a vassoura e começa a varrer toda a cozinha e acha mais, ao ir à área de serviço vê um saco com vários cacos, inclusive a mesma está um pouco rasgada. Irritado com isso tudo, ela senta na sua poltrona e fica assistindo TV, esperando a Kanna chegar. Yume termina de escutar seu CD, e abre um pouco da porta, vendo que Hakkai está na sala, vai para cozinha continuar enfeitar o bolo com confete colorido, nisso chega sua madrinha. Hakkai já começa a reclamar dos copos quebrados, como eles estavam colocados e a sujeira que estava na cozinha, Yume escuta e vai até a sala se explicar, que foi sem querer, ela apenas queria ajudar, limpando a louça e acabou quebrando dois copos. Hakkai chama atenção dela por ser desastrada, e também pela limpeza mal feita, tanto dos pedaços de vidro como sujeira do bolo. Com isso gera uma discussão entre eles, Kanna tenta acalmá-los, Yume vai pro quarto e Hakkai volta a sentar no sofá. Kanna conversa com Hakkai, tentando fazê-lo entender que tudo é novo pra ela, e que faz um mês que os pais dela faleceram, pedindo para ele ter paciência com ela. Yume está no quarto chorando com o rosto no travesseiro. Kanna vê o bolo no forno que a Yume fez, cheio de confete e letrinhas, e em japonês está escrito “obrigada por tudo”, ela mostra pro Hakkai que fica comovido, mas não demonstra. Kanna entra no quarto e fala do bolo, mas Yume fala que não quer falar com ninguém e que pode comer o bolo sem ela, sua madrinha tenta convencê-la do contrario, mas sem sucesso. Kanna vai tomar banho chateada. Hakkai corta o pedaço de bolo e come, apesar de não estar macio, o sabor está ótimo, ele vai até a porta do quarto de Yume e fala “apesar de toda a bagunça que você fez em casa, saiba que o bolo está uma delicia, obrigado, mas se demorar para comer, irei come-lo sozinho”. Yume vai para a cozinha, pega um pedaço e vai para o quarto. Na porta, Hakkai informa que ninguém come fora da cozinha e que ela pode comer em paz, pois o mesmo já vai pra cama mais cedo. Kanna sai do banheiro e vê Yume comendo o bolo sozinha na mesa da cozinha. Ela faz companhia e anima Yume dando umas dicas de bolo e de como fazê-lo sem sujar muito a cozinha...

Pin It
Atualizado em: Ter 10 Mar 2020

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222