person_outline



search

Lei, justiça e fraternidade

Estão usando as leis, para facilitar a corrupção dos nossos representantes, e alimentar o desenfreado capitalismo selvagem, responsável pelo maior índice de violência e criminalidade.

Onde uma minoria é privilegiada; e com o tratamento diferenciado, se coloca acima desta lei, da justiça, do bem e do mal!

Na realidade são esquemas criados para favorecer poucos, deixando muitos sem dignidade ou opções de vida.

Este é o sistema que esta criando um bando de despreparados, e desesperados, que por falta de oportunidade, acabam as margens. Aumentando a população, porem, com a maior parte pobre e endividada, vivendo a míngua, na miséria e dependência de currais eleitorais!

E as riquezas continuam se esvaindo; madeiras e minérios desaparecendo, e a população mais humilde sendo escravizada.

E falam em acabar com a fome neste país, que deveria ser o paiol do mundo.

Este pensamento, ou é inocente e elogiável, ou é hipócrita, demagogo e repugnante; pois já esta mais que provado, que mesmo arrecadando todo o dinheiro e toda a alimentação do universo; enquanto os homens não abrandarem suas ganâncias e despertarem suas consciências, a fome persistira.

Temos como exemplo, a vergonhosa indústria da seca nordestina! Onde pomposos hipopótamos, mergulhados em piscinas olímpicas, vem de longas datas lesando os cofres públicos, enquanto a sede assola a população carente!

Triste é saber, que existe grande quantidade de demagogos alienados a este bando de fidalgos.

Montados em verbas publicas, continuam apreciando o luxo e a beleza, mas com suas mentiras, promessas, e hipocrisias gananciosas e desenfreadas, produzem somente a miséria e a mendicância horrorosa.

Quando tiveram, ou tem oportunidade de fazer justiça; deixaram, ou se deixam contaminar pela conveniência em manter o povo submisso e na ignorância. Criando assim, boa parte de descrédito do homem para com seu semelhante, para com a justiça e com o governo.

Imagine agora seu menino, se todo este povo mais humilde, soubesse ler e escrever, que perigo danado. Todos enxergando as manobras, e injustiças destas estruturas sociais.

Sentiriam nojo, e teriam até náuseas, mas vomitar; com a fome que passam, com certeza não vomitariam.

Enquanto isso: Meninos ricos, e geniais, deslumbrados com suas falsas riquezas, transitam presos em seus luxuosos carrões blindados, com um medo da violência que se pelam.

Se tivessem boas vontades, abrandariam suas ganâncias, e despertariam suas consciências para a justiça social. Mas com as contas abarrotadas, em qualquer paraíso fiscal é lugar. Tanto em Nassau, como nas Ilhas Cayman, ou na Suíça… E que se dane a consciência.

E agora resolveram construir uma usina em Belos Monte na Bacia do Rio Xingu: > ver . http://www.socioambiental.org/inst/brsa/index.html

E com bons modos e boas propostas, já expulsaram da localidade vários moradores.

Alguns nativos daquela região, após saírem de suas terras, sobrevivem desiludidos e abandonados à própria sorte, pintando a realidade com as cores da ingenuidade.

E os responsáveis por este quadro, tentam convencer a população, que o desenvolvimento continua.

Desenvolvimento de quem? Se o progresso vem sempre desordenado, trazendo estruturas sociais enganosas e injustas, fazendo proliferar a pobreza, a miséria e violência.

Até quando uma fração desta classe conseguirá enganar? E na maior mordomia, falar em fraternidade, paz e justiça social; se com seus engodos, frustram até os sonhos dos seus semelhantes?

Sigo notando a profunda ligação entre dependência e alguns meios de comunicações, nos tirando o poder de crítica, e habituando-nos à passividade.

De tempos em tempos, entram sutilmente em nosso cotidiano, e nos impõem suas idéias exibicionistas; atropelando nossos direitos, e induzindo-nos a acreditar em suas promessas mirabolantes; tentando nos fazer esquecer fatos recentes, e se esquecendo que temos vontade própria.

A comédia é sempre a mesma; só mudam os personagens. E a mídia, de olho no bolo chamado conveniência, entra em cena com críticos mascarados distorcendo os fatos, e criando heróis até com o estrume do cavalo do bandido, que por ter costa quente, não deve ser malhado.

Não estou defendendo afirmando ou desmentindo, mas faz parte da história. E nem sempre os heróis semideuses criados pela mídia bajuladora, são os mocinhos.

Em épocas pré-eleitorais, criam heróis para todos os gostos. Tem comedor de farinha com o colarinho branco, o que rouba, mas faz, desviadores de verbas, traficantes, lesa pátria; larapio de merenda escolar, papa anjo…

O Brasil tem muitos heróis bem intencionados, todos soltos, tentando encontrar uma solução para nossos problemas, nenhum de olho nas atrativas mordomias, que a vida publica oferece.

E mancomunados com a mídia bajuladora, se apropriam dos nossos impostos tentando conseguir o voto de confiança da população carente e desinformada...

Os povos das florestas, não devem ser contaminados por estas mazelas, e esquecidos pelos poucos governantes conscienciosos. “Se é que ainda existe”!

A população da selva precisa de uma produção sustentável; que não cause destruição ao meio ambiente à fauna e a flora.

Deste povo depende: O Universo da Biodiversidade.

Se não receberem orientação, continuarão sendo explorados por pessoas inescrupulosas, ou por salvadores da pátria, que indiferentes, se alienam á tiranos para aplicarem seus golpes e abarrotarem seus cofres, com dinheiro sujo de sangue suor e lágrimas, vertidas por um povo sofrido.

Talvez com a Internet, as informações que eram controladas pela mídia da escravatura partidária e enganadora, se tornem mais verídicas.

O Brasil, a muito precisa de uma revolução.

Mas revolução cultural e ambiental. E o povo conta com…? Para dar o pontapé inicial.

Enquanto uns pregam, que todo país se desenvolve através de educação e tecnologia. Outros estão lambendo botas, pagando, doando nossos impostos, e pedindo benção, para conseguir cargos na ONU.

Diga a eles seu menino, para usarem uma parte dos desvios e o que se gasta erroneamente, para dar o aumento aos velhinhos!

Diga que dinheiro tem; pois até perdoaram as dividas dos países que deviam ao Brasil; teve para dar presentes, construir estradas e porto em Cuba; e até foram feitas doações a países de primeiro mundo!

Então, não negue, dinheiro tem; o que falta é consciência e vergonha na cara.

Aproveite pra dizer que estamos notando, que a honra, a ética, a moral e a dignidade, que deviam servir de exemplo por serem preceitos valiosos, estão se tornando fúteis. Ou nossos antepassados, perderam tempo nos ensinando, que da semente que plantarmos, virá no futuro o fruto que colheremos?

O povo deve escolher homens públicos através da ideologia, moral e ética. Não através da cor, raça ou credo; só assim conseguira fortalecer a democracia e se aproximar da justiça social.

O texto é de minha autoria, mas pertence a toda "sociedade", que precisa conhecer estes fatos!

Quem sabe desta maneira, este povo não se deixe engambelar por promessas, que são cantadas em versos e prosas por canalhas, nas vésperas de toda eleição!

Pin It
Atualizado em: Sáb 22 Jan 2011

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222