person_outline



search

Um tributo a minha amada

Ás vezes tenho a impressão que minha mente enguiçou, deu pane, pois hoje tenho lembranças do que sou completamente esquecido do que fui. Ah como sou infame, como sou calhorda, rompi a corda com o passado e raramente penso em Liane. É assim que a chamava carinhosamente, engolindo a letra E que iniciava seu nome. Por vinte e cinco longos anos a amei, a tive como deusa para inveja pura da Maria, da Ivete, da Sonia e da Cleusa. Todas queriam tomar o lugar de Liane, todas sem exceção nenhuma. Talvez por isso ela tenha morrido prematura, pois uma mulher que não dura nem quarenta e três morre jovem demais, pelo menos é isso que eu acho, não sei o que acham vocês. Na verdade minha mente não enguiçou, não deu pane, é de propósito que evito pensar em Liane, pois meu deposito mental é repleto de boas memórias, são tantas as histórias que envolvem sua pessoa, tanta historia boa, mas eu só me limito a pensar nas ruins. Ao invés de pensar nela vestida com seu shortinho de jeans que realçava a beleza de suas pernas morenas ou dentro de um macacão de seda sempre combinando com o sapato de salto que calçava era vista vestida com sua roupa mais chique estendida no caixão. Isso me da chilique e não suporto a visão.. Bem que poderia eu me lembrar de nossas saídas noturnas para algum motel, ou do clube do chopp um tipo de bar dançante onde passávamos a noite a dançar, mas não, no meu papel de viúvo só me vejo no seu velório a chorar. Chorei como criança alguma jamais chorou. Chorei por saber que meu destino era terminar como estou sozinho sem ninguém, pois nenhuma outra vai se igualar a ela, nenhuma será vista por mim como uma deusa, nenhuma tomara a coroa daquela que sempre será o meu bem. Ela sempre me dizia brincando que ninguém morre de amor, mas isto é só uma meia verdade, pois já se vão dez anos da sua morte e talvez por falta de sorte ainda esteja aqui, mas estou só fisicamente porque quando ela se foi espiritualmente também morri. O fato é que minha mente não enguiçou, nem deu pane, ela só me obedece, e mesmo que não tenha guardado nenhum retrato,homem nenhum jamais esquece uma mulher como Liane.

Pin It
Atualizado em: Sex 28 Jan 2011

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222