person_outline



search

Aos Revolucionários de 32

Ao invejoso getulista,
Saiba,
eu sou,
Paulista!

23 de Maio,
Derrubam eu não caio,
Valente e imponente,
Como serpente!

Sangue ancestral,
Carrego no peito,
Sou imortal,
Exijo respeito!

Guilherme gritou,
A marcha avança,
Tudo agitou,
Venha a bonança!

Friedenreich saiu,
Do futebol,
À luta partiu,
No arrebol!

Ao passo do soldado,
Ouvido seria,
Tudo fardado,
A marcha proferia:

"Marchemos cheios de glória,
Conosco marcha a vitória!"
Felicidade reluzente,
Ideal condizente!

A Constituição,
Atacada é,
Triste anunciação,
Getúlio deu tiro no pé!

Ganhou a batalha,
Não a guerra,
Getúlio gentalha,
Saia da minha terra!

No Obelisco,
Muitos heróis,
No caderno rabisco,
Desenho girassóis!

Lembram os paulistas,
Imortais são,
Constitucionalistas,
Contra a opressão!

Na data especial,
Lembramos o sangue corrido,
Temos credencial,
E o dever cumprido!

Paulista, avante!
Ditador idiota,
Sou bandeirante,
E também patriota!

São Paulo valente,
Não arreda o pé,
Permanece insistente,
Mostrando quem é!

Sendo paulista ou não,
Seja filho da terra,
Da paz seja irmão,
Diga não para a guerra!
Pin It
Atualizado em: Qua 11 Maio 2022

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222