person_outline



search

13h58 — herbáceo —

Um poema vazou pelos corredores
da manhã malhada e de seu adorno
espalhado ao redor do grafite fosco
do ontem que ainda se parece hoje.
 
E os minuanos refrescam todo o corpo
sempre abafado e calam a minha boca.
Cai uma chuva em pó na linha do morro
tomado da ardósia das milhões de folhas
 
e da samambaia deste fougère que sobrevoa
o tom das treze e cinquenta e quase quatorze.
Pin It
Atualizado em: Qua 12 Jan 2022

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222