person_outline



search

CORPO E ALMA

bastava-me um verso teu
e o meu coração
se aquietava
Susana Canais
 
 
bastava-me um beijo teu
e o meu coração
se acelerava
e ganhava
o preto da imensidão
bastava-me um gesto teu
e a minha aflição
se concentrava
no corpo que era teu
mas que em mim enunciava
a tua própria encarnação
bastava-me ser todo teu
sem fala e sem aspas
sem alma e sem respiração
bastava-me o que não bastava
Pin It
Atualizado em: Seg 19 Jul 2021

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222