person_outline



search

Noite

De repente te abraça uma noite, com toda sua solitude
Recrudesce uma maturação contida e escondida
Te ensina a importância da mais simples atitude
Assopra um dolor e cicatriza uma ferida
Te envolve sem sua escolha poder decidir
Macia como a almofada de um dedo
Seduz seu pensamento e sua voz se faz sentir
Quando te acalenta afugentando seu medo
Cabalística noite, tal qual bebida sem cor
Musa de poetas, sujeira mais pura
Cobaia eterna dos que não tem um amor
Que em teus braços recebem ternura
Tua transformação colorida é sem igual
De uma, tens todas as cores que se apresentam
No seu palco desfilam do belo ao mais banal
Enlaça todos aqueles que te experimentam
Pin It
Atualizado em: Seg 14 Jun 2021

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222