person_outline



search

Desvario

Meu amor é esparso, é espasmo,
alegria desvairada.
Eu amo como quem odeia:
Desconectado e feroz.

Meu amor é pensamento,
segredo explícito.
Eu amo como quem teme:
Balbuciando e tremendo.

Meu amor é esperança,
certeza enigmática.
Eu amo como quem sabe:
inexistindo e perecendo.

Meu amor é enleio,
enlevo enfurnado.
Eu amo como amador:
Improcedente e sonhador.

Afinal, não tem profissional do amor.

Pin It
Atualizado em: Sex 4 Jun 2021

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222