person_outline



search

5h43 (acalanto)

O morro parece um jardim de plantas variadas,
quando a manhã produz do alto a névoa cinza,
mas quase transparente da garoa que se espalha
no domingo preso em casa dentro da pandemia.
Não sei traduzir esta lavanda das cinco e quatro
— fougères amplos, mesclados com o óleo diesel
das poças cintilantes da água vinda da madrugada.
O meu olfato é um depósito exposto de imagens
e vejo o médio, o musgo, o claro, o escuro, o oliva
e os tons dos verdes que se expandem das árvores,
feito se acalentassem este dia ácido de melancolia
no gingado das suas copas que o vento coreografa.
Pin It
Atualizado em: Seg 8 Mar 2021

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222