person_outline



search

UMA SAÍDA ALGUMA

Penso que sou tão somente um poeta,

pois, para sê-lo, não há um único teste,

RG, CPF ou blefe — zero é o que se pede

e não carece nem saber como se escreve.


Sou herdeiro da aurora, do ocaso e da febre

de querer o que não se deve, porém que tece

um verso no vento da nuvem e do seu decreto

nos cento e oitenta deste perolado que desce.


E nada mais me resta além de ser um poeta

desta coisa eterna de errar feito quem acerta.

Pin It
Atualizado em: Qui 18 Fev 2021

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222