person_outline



search

PÉROLA

Eu vejo daqui desta teimosa taquicardia,
um lençol solitário ali no varal da vizinha;
quando roça o seu rosa na grafite invisível
dos ventos risca o contorno da coreografia
da tarde que trafega entre pausas e batidas
e ecos e silêncios e toda aquela engenharia
sólida da solidão: tem a última dose, ainda.
Ando pela varanda e miro no morro acima.
Há uma pérola atrás do galho: não é minha.
Pin It
Atualizado em: Ter 5 Jan 2021

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222