person_outline



search

Noite de gala

⁠Na noite silenciosa e enluarada, o Céu se fez meu ouvinte,
A sinfonia oferecida pelo soprar dos ventos, deu o ritmo da dança as árvores presentes,
Poucas nuvens, das estrelas a reprodução de um belo lustre,
Olhar firme, cabeça levantada, uma mão no coração e a outra mão segurando o véu da imaginação.

Pin It
Atualizado em: Ter 29 Set 2020

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222