person_outline



search

(SOBRE) O CADÁVER DA BELEZA

Uma lágrima-sorriso
se verteu do amar dos olhos,
com tanto sal, com tanta vida
quanto a própria luz do olhar.
 
Uma lágrima choveu do céu dos olhos seus,
brincando com os ares do rosto,
num sorriso cáustico
de que mesmo a vida
já teria sido sonhada
alguma vez...
Pin It
Atualizado em: Seg 28 Set 2020

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222