person_outline



search

Mapa do teu corpo

Se tudo girasse em rotação talvez o verão ardesse em pele pelos continentes que te fazem planeta
E se cometas riscassem o céu talvez um carrossel me convidasse pra dançar entre teus lábios de liquidificador e teus olhares de um noturno estelar
E eu aceito esse vão que eh teu e que gira em russa montanha sonora a percorrer os céus de minha boca
Num ir e vi a toa de quem sem reservas traga, engole e sente encher os pulmões, palpitar o coração, preencher as mãos com as águas do envolvimento
Desbravando em poro e pelo uma dimensao infinda de um abismo sideral que une mais que corpos, energias que traduzem em saliva e suor os sonhos que dormem no travesseiro
Eu já nem mais penso no meio, no fim.. deixo o tempo em si caminhar sem ter pressa, e nem mais cabe promessa, simplesmente
Pin It
Atualizado em: Ter 24 Mar 2020

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222