person_outline



search

Trem Da Monotonia

Nas calçadas frias,
Nas manhãs escuras,
Monotonia invade
A reta vida
Em breves curvas,

Nos vagões
Que conduzem
Serenas vontades,
Amenas conversas
Carregam corpos
Repletos de insanidade,

Que voam aos trilhos
Em apenas uma direção,
Exercer o ponto
E ao ponto se dão
O conhecimento vã.

Em contrapartida
Há andarilhos que
Se curvam
Ante linhas retas,

Se opondo aos trilhos
Da maçante monotonia
A vagarem libertos
Da mecânica trilha.
Pin It
Atualizado em: Dom 9 Fev 2020

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222