person_outline



search

Mocidade e Independência

Mais uma vez, como sempre, é você, e nós, vamos
Ondas verdes nos brindam
Criatividade e vivas
Instinto fiel e branco
Dádiva suprema, grata
Ares preciosos que saciam
Decantam perfumes em artes
Envolventes em panos e liras

Espírito inconfundível você tem

Indígenas e imperadores
Nanquins, cores
Destaques investidos de paixão
Exclamam glória e calor
Povos sem fim
Estandarte de mil épocas
Natureza ampla, honesta
Diversidade, pérolas e plumas
Êxtase de bailes em rodopios
Na cadência das auras, ousadias de um Sol
Campeã em doces méritos e esplendor
Indubitável saber
Aplaudida em samba, em pé

Estilo, transmutação, mãos de elementais
Nuvens e serpentinas
Elenco dos verdadeiros
Regentes, tambores, repiques
Gigante brilho
Infância e maturidade
Ancestralidade bendita
Sonho condutor das belas realidades

Universais saias, fluidez
Notáveis construções e ecos
Inspiração perfeita
Diviníssima luz
Altivez de quem sabe
Símbolo magno da esperança

Estrela número um
Milagroso céu a contempla

Magia e herança, cultura
Ungindo vias, entre vales e planaltos
Imersão da mitologia
Transportando heróis e musas
Armorial de paz a seguir

Fábula, ópera
Espalhando a apoteose
Licença e brisa dos mestres
Instigantes memórias
Canções de menestréis
Impetuosa e humana
Descendente do melhor Olimpo
Anfitriã de tantas jornadas
Despertar encantado, então
Essencial vai, para os queridos palácios eternos


* Fiz esse texto para homenagear minha Escola de Samba do Coração! Sempre amei e para sempre amarei a Mocidade Independente de Padre Miguel!
Pin It
Atualizado em: Sex 17 Jan 2020

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222