person_outline



search

DIM DOM

Preciso retomar as rédeas da minha vida,

desde muito nas mãos ásperas da teimosia

— a de estar enterrado neste chão de mentiras

ao redor do concerto sem o som que o redima.


O seu couro resiste entre os confins da poesia

— da qual ninguém sabe o que é ou onde fica.

Ao mesmo tempo é no verso que tento a rima,

uma vez oculta e na outra quase toda explícita:


jeito de exumar as coisas das quais não sei ainda.

O poema é o sino de uma sina que nunca definha.

Pin It
Atualizado em: Sex 22 Nov 2019

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222